Recessão de Temer derruba até venda de motocicletas

Vendas para as concessionárias em maio sofreram queda de 22,2%, em comparação com o mesmo mês do ano passado; no acumulado do ano, foram vendidas 345.021 unidades, redução de 8% ante o mesmo período de 2016; a produção de motocicletas também caiu 2,5% de janeiro a maio deste ano, segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo)

Vendas para as concessionárias em maio sofreram queda de 22,2%, em comparação com o mesmo mês do ano passado; no acumulado do ano, foram vendidas 345.021 unidades, redução de 8% ante o mesmo período de 2016; a produção de motocicletas também caiu 2,5% de janeiro a maio deste ano, segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo)
Vendas para as concessionárias em maio sofreram queda de 22,2%, em comparação com o mesmo mês do ano passado; no acumulado do ano, foram vendidas 345.021 unidades, redução de 8% ante o mesmo período de 2016; a produção de motocicletas também caiu 2,5% de janeiro a maio deste ano, segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) (Foto: Gisele Federicce)

Agência Brasil - A produção de motocicletas teve um recuo de 2,5% de janeiro a maio deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Foram produzidas 373.491 motocicletas este ano, e nos primeiros cinco meses de 2016, foram fabricadas 382.970 unidades. Os dados são da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

Em maio deste ano, foram produzidas 77.730 unidades, uma alta de 20,7% na comparação com o mês de abril (64.380 unidades). Em relação a maio do ano passado, o mês registra uma queda de 15,8%.

Detalhamento

Segundo os dados, as vendas para as concessionárias chegaram a 67.859 motocicletas, alta de 10,6% sobre o mês anterior. Na comparação com maio do ano passado houve queda de 22,2%. No acumulado do ano, foram vendidas 345.021 unidades, o que significa redução de 8% ante o mesmo período de 2016.

As exportações caíram 37,2%, com 3.519 unidades vendidas para o mercado externo em maio, ante as 5.606 unidades exportadas no mesmo mês do ano passado. Com relação a abril, quando foram enviadas 3.804 motocicletas a outros países, a queda foi de 7,5%. No acumulado de janeiro a maio, foram exportadas 24.767 motocicletas, volume 5,5% maior que o registrado em igual período de 2016 (23.477 unidades).

Os emplacamentos aumentaram 3,8%, com 79.533 unidades em maio ante 76.644 unidades no mesmo período do ano passado. Com relação a abril (64.961) houve crescimento de 22,4%. Segundo os dados, a média de vendas por dia útil em maio foi de 3.615 motos, volume 0,2% maior na comparação com a média de abril (3.609 unidades). No acumulado de janeiro a maio, as vendas totalizaram 355.464 unidades, uma queda de 10,3% ante o mesmo período de 2016.

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247