Reservas da Petrobras fecham 2016 em 12,5 bilhões de barris

Companhia que, sob a gestão de Pedro Parente mantém esforço para entregar o pré-sal a preço de banana, fechou 2016 com volume de reservas provadas de 12,514 bilhões de barris de óleo equivalente (boe), ante 13,279 bilhões de boe no fim de 2015; do total de reservas provadas da estatal no fim do ano passado, 10,55 bilhões de boe eram de óleo e condensado; a companhia também auferiu no fim de 2016 312,29 bilhões de metros cúbicos de gás natural

Companhia que, sob a gestão de Pedro Parente mantém esforço para entregar o pré-sal a preço de banana, fechou 2016 com volume de reservas provadas de 12,514 bilhões de barris de óleo equivalente (boe), ante 13,279 bilhões de boe no fim de 2015; do total de reservas provadas da estatal no fim do ano passado, 10,55 bilhões de boe eram de óleo e condensado; a companhia também auferiu no fim de 2016 312,29 bilhões de metros cúbicos de gás natural
Companhia que, sob a gestão de Pedro Parente mantém esforço para entregar o pré-sal a preço de banana, fechou 2016 com volume de reservas provadas de 12,514 bilhões de barris de óleo equivalente (boe), ante 13,279 bilhões de boe no fim de 2015; do total de reservas provadas da estatal no fim do ano passado, 10,55 bilhões de boe eram de óleo e condensado; a companhia também auferiu no fim de 2016 312,29 bilhões de metros cúbicos de gás natural (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras informou nesta terça-feira que fechou 2016 com volume de reservas provadas de 12,514 bilhões de barris de óleo equivalente (boe), ante 13,279 bilhões de boe no fim de 2015.

A queda de 5,8 por cento se deve em parte a desinvestimentos que proporcionaram a monetização antecipada de 153 milhões de boe e a produção de 925 milhões de boe no ano passado.

A empresa informou ainda que apresentou um Índice de Reposição de Reservas de 34 por cento, desconsiderando os efeitos dos desinvestimentos realizados em 2016.

Do total de reservas provadas da estatal no fim do ano passado, 10,55 bilhões de boe eram de óleo e condensado. A companhia também auferiu no fim de 2016 312,29 bilhões de metros cúbicos de gás natural.

Esse números seguem os critérios da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP e da Society of Petroleum Engineers (SPE).

A companhia acrescentou que os volumes dessas matérias-primas na Bolívia não são registrados, porque Constituição local proíbe que tais números sejam divulgadas pelo concessionário.

(Por Aluisio Alves)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email