S&P rebaixa BTG e Pan, de Esteves, e mais sete

Após terem passado período em analise por agência de risco, BTG Pactual, Pan e mais sete bancos médios brasileiros sofrem corte em nota de crédito; decisão tem justificativa no recente rebaixamento da nota do Brasil no mesmo quesito; nesta rodada de cortes, instituições lideradas por André Esteves aparecem ao lado de ABC Brasil, Mercantil do Brasil, Indusval & Parners, Intermedium, Paraná Banco, Banco Fibra e Banco de Brasília (BRB)

SÃO PAULO, SP, 20.02.2013: MÔNICA BERGAMO/JANTAR - André Esteves durante jantar para arrecadar dinheiro e lançar o Centro de Sustentabilidade das Américas, no hotel Gand Hyatt. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 20.02.2013: MÔNICA BERGAMO/JANTAR - André Esteves durante jantar para arrecadar dinheiro e lançar o Centro de Sustentabilidade das Américas, no hotel Gand Hyatt. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress) (Foto: Marco Damiani)

Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil - A agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) reduziu a nota de crédito de mais nove bancos brasileiros, segundo anúncio na noite dessa segunda-feira (14).

Os bancos que tiveram notas rebaixadas foram: ABC Brasil, Mercantil do Brasil, Indusval & Parners, Intermedium, Paraná Banco, Banco Fibra, Banco de Brasília (BRB), Banco Pan e BTG Pactual.

Além disso, a agência retirou oito bancos da lista de observação com implicações negativas e reafirmou a nota de outras cinco instituições.

No último dia 26, a agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) reduziu a nota de crédito em escala global de 13 instituições financeiras brasileiras, em razão do rebaixamento da nota soberana do país, anunciada no dia 24 de março. Na ocasião, a agência anunciou a redução da nota soberana de BBB para BBB-, com perspectiva neutra, o que indica que a classificação não será rebaixada nos próximos meses.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247