Segunda onda da Covid-19 gera temor de demissões na Zona Franca de Manaus

As fabricantes de eletroeletrônicos da Zona Franca de Manaus calculam que tenham perdido entre 30% e 40% na produção por causa da segunda onda do coronavírus

Zona Franca de Manaus
Zona Franca de Manaus (Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A segunda onda do coronavírus em Manaus (AM) desestabilizou a produção da indústria da Zona Franca neste início de ano. As fabricantes de eletroeletrônicos calculam que tenham perdido entre 30% e 40% na produção, um volume muito significativo para o setor.

A Honda, maior montadora de motocicletas, suspendeu a produção entre 25 de janeiro e 3 de fevereiro por causa do agravamento da pandemia e deu férias coletivas aos funcionários. A informação foi publicada pelo jornal O Estado de S.Paulo.

De acordo com a Abraciclo, entidade que reúne a indústria do setor de duas rodas, o déficit atual na entrega de motocicletas varia entre 150 mil e 200 mil unidades. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email