Sem nada para mostrar, Guedes é cobrado por resultados para campanha eleitoral de Bolsonaro

Ministro da Economia foi cobrado por Jair Bolsonaro durante reunião ministerial realizada esta semana no Palácio do Planalto

Com Bolsonaro, governo central tem 2º maior déficit para março
Com Bolsonaro, governo central tem 2º maior déficit para março (Foto: Alan Santos/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O ministro da Economia, Paulo Guedes, foi cobrado por Jair Bolsonaro para apresentar resultados positivos visando sua campanha à reeleição em 2022. De acordo com reportagem do G1, a cobrança foi feita durante reunião ministerial realizada esta semana no Palácio do Planalto. Bolsonaro teria dito, ainda, que o momento não é para pensar em biografias individuais, mas  de encontrar soluções para a economia e não deixar que o PT volte ao poder. 

Além de Bolsonaro, outros ministros e aliados de Bolsonaro também pressionam para que Guedes flexibilize o teto de gastos de maneira a pavimentar suas pretensões eleitorais. 

Bolsonaro também teria cobrado de Guedes uma solução para os seguidos aumentos nos preços dos combustíveis e do gás. A pressão do Planalto por este tipo de resultado na economia, porém, não é vista com bons olhos pelo mercado financeiro. O temor é que haja um aumento dos gastos públicos e uma piora no quadro fiscal. 

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

 

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email