Sem reajuste, servidores federais ameaçam parar

Diante da intenção de Michel Temer e sua equipe econômica de adiar os reajustes salariais já aprovados para 2018, servidores públicos já ameaçam parar caso a proposta vá adiante; além disso, a Confederação Nacional dos Servidores Públicos (CNSP) disse que entrará com ação na Justiça para impedir a postergação, caso a medida seja de fato anunciada

Porto Alegre, RS - 06.09.2016 Procon orienta consumidores sobre greve nos bancos Foto: Brayan Martins/ PMPA
Porto Alegre, RS - 06.09.2016 Procon orienta consumidores sobre greve nos bancos Foto: Brayan Martins/ PMPA (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Servidores públicos já se articulam para recorrer à Justiça ou até mesmo paralisar serviços caso o governo leve a cabo a proposta de adiar os reajustes salariais já aprovados para 2018 e que custariam R$ 22 bilhões.

A indicação de que o governo planeja adiar os reajustes deve acirrar ainda mais os ânimos do funcionalismo em um momento já de ebulição por conta da restrição de recursos federais. A Confederação Nacional dos Servidores Públicos (CNSP) disse que entrará com ação na Justiça para impedir a postergação, caso a medida seja de fato anunciada

O presidente da CNSP, Antonio Tuccilio, afirmou que o governo não foi transparente durante as negociações dos aumentos, uma vez que não ponderou sobre a situação delicada das contas públicas. “Falta gestão. A outra parte (governo) tinha de ter colocado o problema na mesa”, disse. “Uma vez que o aumento foi decidido, ele tem de ser cumprido.”.

O adiamento dos reajustes pode ser um dos instrumentos do governo para tentar cumprir a meta fiscal estipulada para 2018, de déficit de R$ 129 bilhões. A capacidade da área econômica em atingir esse objetivo no ano que vem já tem sido questionada, na esteira da pressão crescente por alteração da meta de 2017, para rombo superior aos R$ 139 bilhões fixados hoje.

As informações são de reportagem de Idiana Tomazelli, Adriana Fernandes e Lorenna Rodrigues no Estado de S.Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247