Senado aprova BR do Mar, projeto que visa impulsionar navegação em portos nacionais

A proposta foi aprovada pelos senadores, mas voltará à Câmara dos Deputados uma vez que o texto sofreu alteração. Posteriormente, segue para sanção do presidente, Jair Bolsonaro

(Foto: Marcos Oliveira - Ag. Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News

Sputnik - Nesta quinta-feira (25), o Senado aprovou o projeto de lei que cria a chamada BR do Mar, uma iniciativa que busca estimular a navegação entre os portos nacionais, de acordo com a Folha de São Paulo.

Segundo a mídia, o projeto é uma das apostas do governo para a área de infraestrutura, e por isso, envolveu grande articulação do ministro Tarcísio Gomes de Freitas.

A BR do Mar busca flexibilizar algumas regras para a navegação entre portos nacionais e aumentar a frota de embarcações. O governo espera dessa forma estimular a concorrência no setor de transporte de cargas marítimos, segundo a mídia.

PUBLICIDADE

No entanto, o projeto também aumenta as possibilidades de as Empresas Brasileiras de Navegação (EBN) alugarem embarcações sem a obrigatoriedade de possuírem embarcações próprias.

"Esta mudança, no entanto, vem acompanhada de incentivos para que as EBNs mantenham e aumentem a frota própria, o que contribui para um importante aspecto da navegação de cabotagem, que é a disponibilidade do serviço", afirma o texto do relator Nelsinho Trad (PSD-MS).

PUBLICIDADE

Entretanto, a proposta foi aprovada de maneira simbólica pelos senadores. Como houve alterações, precisa passar por nova votação na Câmara dos Deputados antes de seguir para a sanção do presidente, Jair Bolsonaro.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email