Serra celebra pré-sal com a Exxon

"O Valor Econômico destaca hoje que, depois de quase uma década, a Exxon Mobil voltou a apostar na exploração de petróleo no Brasil. Fruto de protestos quando o apresentei, meu projeto – hoje Lei 13.365, aprovada em 2016 - tirou a exclusividade da Petrobras na exploração do pré-sal, o que teve importante impacto nessa atração de investimentos no setor", postou o tucano no Twitter, onde passou a ser chamado de entreguista pelos internautas

Serra celebra pré-sal com a Exxon
Serra celebra pré-sal com a Exxon (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)

247 - Principal ator do entreguismo consolidado após o golpe parlamentar que tirou Dilma Rousseff da presidência, o senador José Serra foi ao Twitter na noite desta terça-feira 18 para celebrar a volta da gigante petroleira Exxon ao mercado brasileiro do pré-sal. Após as postagens, ele passou a ser chamado de "entreguista" e "traidor da pátria" pelos seguidores na rede social.

"O Valor Econômico destaca hoje que, depois de quase uma década, a Exxon Mobil voltou a apostar na exploração de petróleo no Brasil. Fruto de protestos quando o apresentei, meu projeto – hoje Lei 13.365, aprovada em 2016 - tirou a exclusividade da Petrobras na exploração do pré-sal, o que teve importante impacto nessa atração de investimentos no setor", postou o tucano, cujo projeto entregou o petróleo brasileiro às multinacionais.

"A previsão do governo é que as rodadas de licitações de petróleo, a serem realizadas até 2019, podem atrair mais de US$ 80 bilhões em novos investimentos nos próximos anos, gerando milhares de empregos no país. Ao Valor, a presidente da companhia no Brasil, Carla Lacerda, disse que a volta da empresa se deve às mudanças regulatórias ocorridas nos últimos dois anos", publicou ainda.

"A Exxon, uma das gigantes do setor petroleiro no mundo, estava ausente do mercado brasileiro desde 2009, quando devolveu o promissor bloco BM-S-22, à época o único operado por uma empresa estrangeira", completou.

A ExxonMobil voltou ao mercado brasileiro de exploração e produção de petróleo e já investiu US$ 3,5 bilhões no País. Desde o ano passado, a empresa fez lances em cinco leilões da Agência Nacional do Petróleo (ANP) e adquiriu mais 23 áreas. A Exxon é a maior companhia privada de petróleo do mundo, com produção de 3,9 milhões de barris equivalentes de petróleo.


Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247