Serviços têm menor crescimento do ano no 3º tri

Alta de 5,1% nos meses de julho, agosto e setembro sobre o mesmo período de 2013 também ficou abaixo dos avanços registrados no ano passado

Alta de 5,1% nos meses de julho, agosto e setembro sobre o mesmo período de 2013 também ficou abaixo dos avanços registrados no ano passado
Alta de 5,1% nos meses de julho, agosto e setembro sobre o mesmo período de 2013 também ficou abaixo dos avanços registrados no ano passado (Foto: Gisele Federicce)

Vinícius Lisboa - repórter da Agência Brasil

O terceiro trimestre teve o menor crescimento de 2014 na receita nominal dos serviços, divulgou hoje (18) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A alta de 5,1% nos meses de julho, agosto e setembro sobre o mesmo período de 2013 também ficou abaixo dos avanços registrados no ano passado.

No segundo trimestre, o crescimento registrado na Pesquisa Mensal dos Serviços havia sido 6,2%, valor que representava queda de 2,5 pontos percentuais em relação ao primeiro trimestre, que teve crescimento de 8,7%.

No terceiro trimestre do ano passado, a receita nominal do setor de serviços avançou 8,4% sobre 2012, mas também ficou abaixo da registrada no segundo trimestre, que tinha sido 9,3%.

No terceiro trimestre de 2014, a menor alta foi registrada nos serviços de informação e comunicação – 2,2%. Esses serviços haviam crescido 4,6% no trimestre passado e 6,6% no início do ano.

Entre as cinco atividades do setor, apenas outros serviços expandiram a taxa de crescimento, de 5,5% para 9,3%, a maior do ano. A maior queda foi nos serviços prestados às famílias, que tinham crescido 11% no segundo trimestre e tiveram expansão de 7,4% no terceiro.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247