Servidores denunciam Paulo Guedes na Comissão de Ética por fala sobre parasitas

O autor da representação é o Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), que pede ao colegiado investigação sobre eventual violação de código de conduta e de código de ética por parte do ministro

Ministro da Economia Paulo Guedes
Ministro da Economia Paulo Guedes (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Economia, Paulo Guedes, foi denunciado nesta terça-feira (11) na Comissão de Ética da Presidência da República por sua declaração em que comparou servidores públicos a parasitas, informa reportagem do site Congresso em Foco.

O autor da representação é o Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), que pede ao colegiado investigação sobre eventual violação do Código de Conduta da Alta Administração Federal e o Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal po parte do ministro. Confira aqui a ação.

Durante palestra na última sexta-feira 7, Guedes comparou servidores a um "parasita" e o Estado brasileiro a um "hospedeiro", que "está morrendo". Na segunda-feira 10, ele pediu desculpas e disse que foi mal interpretado.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247