Setor de serviços cai 4% em fevereiro, diz IBGE

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feria, 13, que o volume do setor de serviços registrou uma queda de 4% em fevereiro, comparado com o mesmo período do ano passado; é a maior queda para o mês desde 2012, início da série histórica do indicador; no ano, o setor acumula queda de 4,5% e, em 12 meses, de 3,7%

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feria, 13, que o volume do setor de serviços registrou uma queda de 4% em fevereiro, comparado com o mesmo período do ano passado; é a maior queda para o mês desde 2012, início da série histórica do indicador; no ano, o setor acumula queda de 4,5% e, em 12 meses, de 3,7%
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feria, 13, que o volume do setor de serviços registrou uma queda de 4% em fevereiro, comparado com o mesmo período do ano passado; é a maior queda para o mês desde 2012, início da série histórica do indicador; no ano, o setor acumula queda de 4,5% e, em 12 meses, de 3,7% (Foto: Aquiles Lins)

247 - O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feria, 13, que o volume do setor de serviços registrou uma queda de 4% em fevereiro, comparado com o mesmo período do ano passado.

Segundo o IBGE, é a maior queda para o mês desde 2012, início da série histórica do indicador. No ano, o setor acumula queda de 4,5% e, em 12 meses, de 3,7%.

Comparando por mês, os serviços prestados às famílias caíram 1,4%; os de informação e comunicação tiveram recuo de 5,3%; os de serviços profissionais, administrativos e complementares, -4,3%, e os de transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio caíram 2%.

Na comparação com igual mês do ano anterior, as maiores altas partiram de Rondônia (16,5%), Roraima (9,8%), Distrito Federal e Mato Grosso (ambas com 8,2%). As maiores variações negativas de volume foram observadas no Amapá (-18,3%), Amazonas (-18,1%) e Sergipe (-9,7%).

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247