Sorvete de cerveja da Skol faz Ambev levar advertência

Conar considera que companhia procurou "despertar atenção do público infanto-juvenil" para produto de conteúdo alcoólico, atuando no "limite" do código de autorregulamentação

Sorvete de cerveja da Skol faz Ambev levar advertência
Sorvete de cerveja da Skol faz Ambev levar advertência
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Receber uma advertência formal do Conar – Conselho Nacional de Autorregulametação Publicitária – não é fácil. Como está claro no nome, o órgão é formado por publicitários para, digamos, fiscalizar os próprios publicitários. Mas a Ambev conseguiu a proeza.

O motivo foi a divulgação, nas redes sociais e no site da companhia, de uma nova criação da marca Skol: o sorvete de cerveja. Vendido em bares do Rio de Janeiro e São Paulo desde o dia 15 de março, o produto, na embalagem, imita um inocente sorvete de copinho, no melhor estilo Kibon, mas tem conteúdo alcoólico e, portanto, é proibido para o consumo de menores de 18 anos.

A apresentação do sorvete de cerveja poderia, segundo o Conar, "despertar a atenção do público infanto-juvenil". Ao fazer a tentativa, a Skol teria atuado "no limite" das regras estabelecidas pelo Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária.

A Ambev, dona da marca, não se pronunciou. A advertência foi feita formalmente pelo Conar no dia 20 de março, mas a sua divulgação aconteceu apenas na segunda-feira 25.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email