Temer derruba crédito para a casa própria em 38%

A administração de Michel Temer derrubou o crédito —e o acesso— à casa própria em 2016; o financiamento para aquisição e construção de imóveis desabou 38,3% no ano, disse a Abecip (Associação das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança) nesta terça-feira (24); no ano passado, as concessões de empréstimos pelo chamado SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo), financiados com recursos de poupança, somaram R$ 46,6 bilhões, contra R$ 75,6 bilhões em 2015. Foi o menor patamar desde 2009, quando as concessões pelo SBPE atingiram R$ 34 bilhões

A administração de Michel Temer derrubou o crédito —e o acesso— à casa própria em 2016; o financiamento para aquisição e construção de imóveis desabou 38,3% no ano, disse a Abecip (Associação das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança) nesta terça-feira (24); no ano passado, as concessões de empréstimos pelo chamado SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo), financiados com recursos de poupança, somaram R$ 46,6 bilhões, contra R$ 75,6 bilhões em 2015. Foi o menor patamar desde 2009, quando as concessões pelo SBPE atingiram R$ 34 bilhões
A administração de Michel Temer derrubou o crédito —e o acesso— à casa própria em 2016; o financiamento para aquisição e construção de imóveis desabou 38,3% no ano, disse a Abecip (Associação das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança) nesta terça-feira (24); no ano passado, as concessões de empréstimos pelo chamado SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo), financiados com recursos de poupança, somaram R$ 46,6 bilhões, contra R$ 75,6 bilhões em 2015. Foi o menor patamar desde 2009, quando as concessões pelo SBPE atingiram R$ 34 bilhões (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A administração de Michel Temer derrubou o crédito —e o acesso— à casa própria em 2016. O crédito para aquisição e construção de imóveis desabou 38,3% no ano, disse a Abecip (Associação das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança) nesta terça-feira (24). No ano passado, as concessões de empréstimos pelo chamado SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo), financiados com recursos de poupança, somaram R$ 46,6 bilhões, contra R$ 75,6 bilhões em 2015. Foi o menor patamar desde 2009, quando as concessões pelo SBPE atingiram R$ 34 bilhões.

As informações são de reportagem de Anais Fernandes na Folha de S.Paulo. 

"Entre janeiro e dezembro de 2016, foram financiados 199,7 mil imóveis, queda de 41,5% na comparação com 2015.

Juros e desemprego altos tiraram a confiança do consumidor na compra da casa própria, afirma Gilberto Duarte de Abreu Filho, presidente da associação.

Para este ano, a Abecip estima que as concessões devem chegar a R$ 49 bilhões, alta de 5% ante 2016, em um cenário que a entidade avalia como de "estabilidade", com 'moderado crescimento para o crédito da poupança."

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email