Temer janta com embaixadores em churrascaria que serve carne importada

Após reunir-se com embaixadores dos países que mais importam carne brasileira, Michel Temer levou os diplomatas para provar o produto nacional em uma churrascaria de Brasília; no local, onde chegou acompanhado por 19 embaixadores, além de ministros como o da Agricultura, Blairo Maggi, e da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco; Temer serviu-se de picanha e caipirinha; churrascaria, localizada às margens do Lago Paranoá, cobra R$ 119 por pessoa apenas pelo rodízio; a churrascaria Steak Bull, escolhida pelo cerimonial, contudo, não serve carne nacional em seu cardápio; segundo funcionários, o local “só trabalha com corte europeu, australiano e uruguaio”

Brasília - O presidente Michel Temer participa da apresentação do novo cartão Construcard, no Palácio do Planalto.(José Cruz/Agência Brasil)
Brasília - O presidente Michel Temer participa da apresentação do novo cartão Construcard, no Palácio do Planalto.(José Cruz/Agência Brasil) (Foto: Paulo Emílio)

247 - Após reunir-se com embaixadores dos países que mais importam carne brasileira, Michel Temer levou os diplomatas para provar o produto nacional em uma churrascaria de Brasília. No local, onde chegou acompanhado por 19 embaixadores, além de ministros como o da Agricultura, Blairo Maggi, e da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, Temer serviu-se de picanha e caipirinha. A churrascaria, localizada às margens do Lago Paranoá, cobra R$ 119 por pessoa apenas pelo rodízio. Também estão sendo servidos vinho tinto e caipirinha aos convidados. A reserva foi feita para 80 pessoas.

Segundo o jornal Estado de São Paulo, a churrascaria Steak Bull, não serve carne nacional em seu cardápio. Segundo funcionários, o local “só trabalha com corte europeu, australiano e uruguaio”. O local do jantar teria sido escolhido pelo Cerimonial do Palácio do Planalto. 

Na reunião que antecedeu o jantar, Temer disse que está sendo montada uma força-tarefa para apurar as denúncias levantadas pela investigação Carne Fraca da Polícia Federal e que fato se concentra em apenas 21 empresas, das mais de 3 mil que compõe o setor no país.

 

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247