Temer se encontra neste sábado com Meirelles

Nome do ex-presidente do Banco Central é cotado para assumir o ministério da Fazenda de um eventual governo do vice Michel Temer; os dois se reúnem no Palácio do Jaburu neste sábado; para assumir o cargo, Henrique Meirelles coloca como condição a autonomia para escolher a equipe econômica, como o presidente do Banco Central e o ministro do Planejamento

Nome do ex-presidente do Banco Central é cotado para assumir o ministério da Fazenda de um eventual governo do vice Michel Temer; os dois se reúnem no Palácio do Jaburu neste sábado; para assumir o cargo, Henrique Meirelles coloca como condição a autonomia para escolher a equipe econômica, como o presidente do Banco Central e o ministro do Planejamento
Nome do ex-presidente do Banco Central é cotado para assumir o ministério da Fazenda de um eventual governo do vice Michel Temer; os dois se reúnem no Palácio do Jaburu neste sábado; para assumir o cargo, Henrique Meirelles coloca como condição a autonomia para escolher a equipe econômica, como o presidente do Banco Central e o ministro do Planejamento (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O vice-presidente, Michel Temer, se reunirá neste sábado 23 no Palácio do Jaburu com o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles, cotado para assumir o ministério da Fazenda em caso de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Segundo o jornalista Gerson Camarotti, do portal G1 e da Globonews, o presidente do PSD, o ex-ministro das Cidades Gilberto Kassab, também foi convidado para o encontro. Henrique Meirelles é filiado ao partido fundado por Kassab.

Para assumir o cargo, o ex-integrante da equipe econômica do ex-presidente Lula coloca como condição a autonomia para escolher a equipe econômica, como o presidente do Banco Central e o ministro do Planejamento.

Henrique Meirelles também é um nome cotado pelo PT – Lula sempre defendeu sua nomeação para a Fazenda, principalmente quando quem ocupava o cargo era Joaquim Levy, alvo de críticas do partido e de movimentos sociais por conta do ajuste fiscal.

São ainda cotados para assumir a pasta em um eventual governo Temer o senador José Serra (PSDB-SP), o presidente da Febraban, Murilo Portugal, e o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB). O ex-presidente do BC Armínio Fraga negou nessa semana o convite de Temer para comandar a pasta.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247