Tereza Campello: “o que fizemos foi só o início de uma transformação”

Em debate na TV 247, a ex-ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Tereza Campello afirmou que os governos do PT foram os que deram espaço às mulheres na agenda; "Nunca na história desse país ninguém colocou as mulheres no orçamento e na centralidade da agenda como fez o presidente Lula e a presidenta Dilma", disse Tereza; assista

Tereza Campello: “o que fizemos foi só o início de uma transformação”
Tereza Campello: “o que fizemos foi só o início de uma transformação”

247 - A ex-ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Tereza Campello disse em debate realizado pela TV 247 no Dia Internacional da Mulher que nenhum outro governo deu espaço à pauta feminina como os governos do ex-presidente Lula e da ex-presidenta Dilma.

Participaram do debate, além de Tereza, a presidenta deposta pelo golpe, Dilma Rousseff, as ex-ministras de seu governo e hoje deputadas federais Gleisi Hoffmann e Maria do Rosário, a também ex-ministra Eleonora Menicucci e a deputada federal e ex-ministra do governo Lula Benedita da Silva.

Tereza afirmou também que, ao contrário do que era dito sobre defender os direitos das mulheres é possível sim governar e garantir os direitos femininos. "Esses 13 anos mostram que é possível fazer diferente. As pessoas diziam que não era possível fazer uma agenda de proteção das mulheres, que não era possível avançar nessa agenda, que não era possível superar a pobreza e nós mostramos que é possível. É por isso que é fundamental não só interromper esse processo danoso de desmonte do país como retomar uma agenda mostrando que a gente tem sim como construir um país justo, inclusivo, onde as mulheres possam ter seus direitos garantidos".

Tereza Campello também aproveitou para lembrar que o programa Bolsa Família teve resultados muito positivos. "O Bolsa Família chama atenção porque é o maior programa de transferência de renda do mundo, é o programa mais comentado, super eficiente e com evidências muito fortes dos resultados. Nós não só temos evidências de redução da mortalidade infantil em mais de 60% como da redução da mortalidade materna que é altíssima".

Outro programa do governo do PT lembrado pela ex-ministra foi o Pronatec que beneficiou, em sua maioria, mulheres. "Se nós pegarmos no meio urbano o PRONATEC, no caso da população pobre, 67% dos que fizeram PRONATEC, do público mais pobre, são mulheres".

Ela alerta que essas estratégias eram o início de uma transformação que não foi sequenciada no país. "É importante a gente dizer que, na nossa avaliação, isso era só um começo, nós tivemos 13 anos de governo e nós tivemos 500 anos de história de uma tragédia nesse país de exclusão das mulheres, de exclusão da população pobre e exclusão de amplos setores da sociedade e você, em 13 anos, consegue fazer toda uma política e uma estratégia de inclusão e proteção social".

Inscreva-se na TV 247  e assista à entrevista na íntegra:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247