Tesouro anuncia reabertura de emissão de títulos da dívida externa

O Tesouro Nacional do governo Michel Temer anunciou nesta terça-feira 7 a reabertura de emissão do título da dívida externa Global 2026; emissão será no mercado global e liderada pelos bancos Citibank, Bank of America Merrill Lynch e BNP Paribas; dívida pública federal encerrou o ano de 2016 em R$ 3,112 trilhões e a projeção é que termine 2017 chegando a R$ 3,65 trilhões 

O Tesouro Nacional do governo Michel Temer anunciou nesta terça-feira 7 a reabertura de emissão do título da dívida externa Global 2026; emissão será no mercado global e liderada pelos bancos Citibank, Bank of America Merrill Lynch e BNP Paribas; dívida pública federal encerrou o ano de 2016 em R$ 3,112 trilhões e a projeção é que termine 2017 chegando a R$ 3,65 trilhões 
O Tesouro Nacional do governo Michel Temer anunciou nesta terça-feira 7 a reabertura de emissão do título da dívida externa Global 2026; emissão será no mercado global e liderada pelos bancos Citibank, Bank of America Merrill Lynch e BNP Paribas; dívida pública federal encerrou o ano de 2016 em R$ 3,112 trilhões e a projeção é que termine 2017 chegando a R$ 3,65 trilhões  (Foto: Aquiles Lins)

247 - O Tesouro Nacional anunciou nesta terça-feira (7) a reabertura de emissão do título Global 2026 (título da dívida externa) em dólares com vencimento em 7 de abril de 2026. A emissão do Global 2026 será liderada pelos bancos Citibank, Bank of America Merrill Lynch e BNP Paribas.

O título será emitido no mercado global, e o resultado será divulgado ao final do dia de hoje, informou o Tesouro Nacional.

A dívida pública federal encerrou o ano de 2016 em R$ 3,112 trilhões. A alta foi de 11,4% frente ao ano anterior, já que em 2015 o estoque era de R$ 2,793 trilhões. Este é o maior valor já alcançadol pela dívida. Pelas metas estabelecidas no Plano Anual de Financiamento (PAF), a DPF deve oscilar entre R$ 3,45 trilhões e R$ 3,65 trilhões.

Segundo o Tesouro Nacional, a Dívida Pública Mobiliária Federal Interna (DPMFi) registrou uma queda de 1,6%, para R$ 2,938 trilhões em janeiro. Já a Dívida Federal Externa somou R$ 114,8 bilhões (US$ 36,71 bilhões).

Conheça a TV 247

Mais de Economia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247