Tombini: BC está pronto para agir sobre câmbio

Presidente do Banco Central, Alexandre Tombini disse nesta sexta-feira que o câmbio é flexível e responde a choques, destacando que o BC está sempre pronto para entrar no mercado; ele afirmou ainda que o recente ajuste na mensagem do BC já determinou mudança relevante nas condições financeiras

Tombini: BC está pronto para agir sobre câmbio
Tombini: BC está pronto para agir sobre câmbio (Foto: UESLEI MARCELINO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SÃO PAULO, 22 Mar (Reuters) - O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou nesta sexta-feira que o câmbio é flexível e responde a choques, destacando que o BC está sempre pronto para entrar no mercado.

Segundo ele, a entidade monetária atuará para não deixar que o câmbio seja um empecilho para a economia. Tombini falou em evento da Câmara de Comércio França-Brasil, em São Paulo.

Ajuste

Tombini afirmou ainda que o recente ajuste na mensagem do BC já determinou mudança relevante nas condições financeiras.

O BC retirou do comunicado emitido logo após sua última decisão sobre política monetária a promessa de que os juros continuariam no atual patamar "por um período de tempo suficientemente prolongado."

"Não resta dúvida...de que a comunicação é parte importante do processo de condução da política monetária. O ajuste na mensagem do Banco Central, por si só, já determinou mudança relevante nas condições financeiras de modo geral", disse Tombini em discurso na Câmara de Comércio França-Brasil, em São Paulo.

Na ata da reunião de março do Comitê de Política Monetária (Copom), o BC defendeu que é preciso "cautela" na condução da política monetária diante das incertezas, discurso reforçado por Tombini.

"Ações foram tomadas, mas é plausível afirmar que outras poderão ser necessárias. Para decidir sobre isso, o Banco Central irá acompanhar a evolução do cenário macroeconômico", completou ele.

(Reportagem de Frederico Rosas; Texto de Camila Moreira; Edição de Walter Brandimarte)


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email