Tombo de Eike leva junto o Ibovespa

O principal índice da Bovespa caiu ao menor patamar em oito meses nesta sexta-feira, na contramão dos mercados externos, pressionado pelo tombo de empresas do bilionário Eike Batista; o Ibovespa caiu 0,6%, a 55.243 pontos, no menor fechamento desde julho

Tombo de Eike leva junto o Ibovespa
Tombo de Eike leva junto o Ibovespa
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Danielle Assalve

SÃO PAULO, 22 Mar (Reuters) - O principal índice da Bovespa caiu ao menor patamar em oito meses nesta sexta-feira, na contramão dos mercados externos, pressionado pelo tombo de empresas do bilionário Eike Batista.

O Ibovespa caiu 0,6 por cento, a 55.243 pontos, no menor fechamento desde julho. O giro financeiro do pregão foi de 6,16 bilhões de reais, abaixo da média diária do ano.

Com isso, o índice acumulou queda de 2,86 por cento na semana, sua segunda consecutiva.

Ações do grupo EBX, de Eike, voltaram a cair em bloco. Dentre as que compõem o Ibovespa, LLX afundou 11,1 por cento, OGX perdeu 9,2 por cento e MMX teve queda de 8,3 por cento.

"É mais uma vez um movimento de manada", disse o analista João Pedro Brugger, da Leme Investimentos em Florianópolis, citando as persistentes preocupações do mercado com as perspectivas para as companhias do grupo EBX.

As preferenciais das blue chips Vale e Petrobras também tiveram um dia instável, mas fecharam a sessão no campo positivo --subindo 0,06 por cento e 0,54 por cento, respectivamente.

Cyrela Brazil Realty foi destaque de alta, ao avançar 3,74 por cento, a 16,65 reais, seguindo a divulgação de seus resultados do quarto trimestre.

"A empresa continua o seu processo de recuperação, mostrando geração de caixa e ganho de rentabilidade", afirmaram analistas da Ativa em relatório.

Sabesp subiu 2,62 por cento, a 91,23 reais, com investidores avaliando resultados trimestrais e o anúncio de uma revisão tarifária para a companhia paulista de saneamento.

No exterior, o dia foi de recuperação para Wall Street, diante de renovadas esperanças de que o Chipre conseguirá chegar a um acordo para receber um resgate a União Europeia e evitar um colapso financeiro. O S&P subiu 0,72 por cento. (Por Danielle Assalve; Edição de Aluísio Alves)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email