Transpetro vai investir US$ 1,7 bilhão em 5 anos

Transpetro deverá investir US$ 1,7 bilhão de dólares nos próximos cinco anos; segundo o presidente da estatal, Antônio Silvino, recursos serão destinados à aquisição e melhorias de embarcações, docagem, segurança, meio ambiente e saúde (SMS), além da melhoria da gestão dos ativos; "Com certeza, estamos nos preparando para sair muito mais forte dessa crise que vivemos, especialmente na indústria de petróleo no Brasil", disse

Transpetro deverá investir US$ 1,7 bilhão de dólares nos próximos cinco anos; segundo o presidente da estatal, Antônio Silvino, recursos serão destinados à aquisição e melhorias de embarcações, docagem, segurança, meio ambiente e saúde (SMS), além da melhoria da gestão dos ativos; "Com certeza, estamos nos preparando para sair muito mais forte dessa crise que vivemos, especialmente na indústria de petróleo no Brasil", disse
Transpetro deverá investir US$ 1,7 bilhão de dólares nos próximos cinco anos; segundo o presidente da estatal, Antônio Silvino, recursos serão destinados à aquisição e melhorias de embarcações, docagem, segurança, meio ambiente e saúde (SMS), além da melhoria da gestão dos ativos; "Com certeza, estamos nos preparando para sair muito mais forte dessa crise que vivemos, especialmente na indústria de petróleo no Brasil", disse (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - A Transpetro, subsidiária da Petrobras focada na armazenagem e no transporte de petróleo e derivados, deverá investir 1,7 bilhão de dólares nos próximos cinco anos, uma queda em relação a outros anos, projetou o presidente da empresa, Antônio Silvino, durante evento no Rio de Janeiro.

O montante, de acordo com o executivo, será investido em navios, docagem, segurança, meio ambiente e saúde (SMS), melhoria da gestão dos ativos, dentre outros.

Ele não forneceu dados comparativos com o plano plurianual anterior, mas disse que os investimentos serão menores, em linha com a redução no programa de investimentos da Petrobras.

Silvino assumiu o cargo em meados de junho, após a saída de Sergio Machado, alvo de denúncia sobre suposto envolvimento em esquema de corrupção na estatal.

O presidente da Transpetro, que opera atualmente 14 mil quilômetros de dutos terrestres e aquaviários, afirmou em uma de suas primeiras participações em eventos, estar otimista em relação a uma recuperação do setor de petróleo no Brasil, explicando que os ajustes necessários estão sendo realizados.

"Temos hoje um foco na financiabilidade, na busca de melhoria dos seus custos, na utilização de seus custos, como toda a indústria de petróleo está fazendo hoje, mas nós não estamos perdendo de vista as oportunidades", afirmou Silvino.

"Com certeza, estamos nos preparando para sair muito mais forte dessa crise que vivemos, especialmente na indústria de petróleo no Brasil."

(Por Marta Nogueira)

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247