Trump quer sair da OMC, diz o jornalista econômico Jeff Spross

Projeto de lei de Trump mostra como o governo americano é patético e delirante como o governo Temer; a chamada FART tem pouquíssima chance de passar no congresso, mas o jornalista especializado em economia Jeff Spross destaca que só o fato de redigirem tal aberração a ameaça global Donald Trump continua no topo das causas da instabilidade política e econômica do mundo

Trump quer sair da OMC, diz o jornalista econômico Jeff Spross
Trump quer sair da OMC, diz o jornalista econômico Jeff Spross

247 – Projeto de lei de Trump mostra como o governo americano é patético e delirante como o governo Temer. A chamada FART tem pouquíssima chance de passar no congresso, mas o jornalista especializado em economia Jeff Spross destaca que só o fato de redigirem tal aberração a ameaça global Donald Trump continua no topo das causas da instabilidade política e econômica do mundo.

“Graças a um furo da Axios, sabemos que um novo projeto de lei comercial foi escrito a pedido da Casa Branca: Lei de Tarifa Justa e Recíproca dos Estados Unidos (FART)”. Além de criar um acrônimo extremamente infeliz- FART significa flatulência em inglês -, o projeto de lei explodiria a ordem global do comércio. Faria a política comercial norte-americana retornar a acordos comerciais individuais com os demais países e daria ao presidente um poder mais ou menos unilateral para travar guerras comerciais com todos eles.

O projeto de lei da Casa Branca tem basicamente zero chance de se tornar lei. Mas já dá uma ideia de como seria a falta de vínculo total de Trump com o comércio. A primeira coisa a entender é que os Estados Unidos são membros da Organização Mundial do Comércio (OMC), um acordo internacional que estabelece regras sobre como os países podem se envolver uns com os outros em questões comerciais e como eles podem lidar com as disputas sobre as mesmas. Explicitamente, a proposta de lei de Trump não retira os Estados Unidos da OMC. Mas, para falar a verdade, é exatamente isso que faz.”

Leia mais aqui.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247