União Europeia proíbe 20 frigoríficos brasileiros de exportar frango para a região

A União Europeia anunciou a proibição de 20 frigoríficos brasileiros de exportar frango para o bloco econômico; desde a deflagração da Operação Carne Fraca, em março do ano passado, a UE reforçou medidas sanitárias contra o Brasil; após a segunda fase da operação, a UE avaliou a necessidade de novas medidas contra o frango brasileiro  

Frangos são vistos em loja em São Paulo 18/08/2017 REUTERS/Paulo Whitaker
Frangos são vistos em loja em São Paulo 18/08/2017 REUTERS/Paulo Whitaker (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A União Europeia anunciou nesta quinta-feira (19) a proibição de 20 frigoríficos brasileiros de exportar frango para o bloco econômico. A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), que representa os produtores nacionais de aves, informou ao G1 que 12 seriam da BRF, líder mundial de produção de frango e dona das marcas Sadia e Perdigão, e 8 de outras empresas brasileiras. O embargo entrará em vigor 15 dias após a decisão ser oficialmente publicada.

Desde a deflagração da Operação Carne Fraca, em março do ano passado, a UE reforçou medidas sanitárias contra o Brasil. Após a segunda fase da operação, deflagração em março deste ano, a UE avaliou a necessidade de novas medidas contra o frango brasileiro.

A operação investiga mudanças em composição de alimentos, impróprios para consumo, e o esquema de pagamento e recebimento de propina para negligência nas fiscalizações.

O governo federal suspendeu provisoriamente a exportação de 10 fábricas da BRF de frango para a Europa, mas o Ministério da Agricultura liberou nesta quarta-feira (18) as unidades para exportar para UE, mesmo admitindo que elas poderiam ser barradas pelo bloco.

UE é responsável por 7,5% do frango vendido pelo Brasil ao exterior, em toneladas, e 11% em receita, segundo dados da ABPA.

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247