Zona do euro vê economia encolher 5% no 4º trimestre de 2020

Dados mostram contração menor do que os números anteriores, e quedas de 0,7% e 5,1%, respectivamente

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - A economia da zona do euro registrou queda de 0,6% no último trimestre de 2020 em relação aos três meses anteriores. Na comparação com o mesmo período de 2019, a queda foi de 5%.

Os dados foram divulgados nesta terça-feira (16) pela Eurostat, agência de estatísticas da União Europeia, e mostram contração menor do que os números anteriores, e quedas de 0,7% e 5,1%, respectivamente.

A redução da economia dos países europeus registrou uma alta de 12,4% no terceiro trimestre. De julho a setembro do ano passado, os 19 países que fazem parte da zona do euro foram capazes de diminuir as restrições relacionadas à pandemia da COVID-19.

Já nos últimos três meses de 2020, muitas nações viram o surgimento de uma segunda onda do novo coronavírus e precisaram adotar medidas de lockdown.

A taxa de desemprego da região ficou em 8,3% em dezembro. Durante o quarto trimestre, o emprego teve alta de 0,3%, enquanto que no período anterior havia crescido 1%.

Segundo o balanço da Eurostat, o PIB anual da zona do euro deve somar uma queda de 6,8% devido à pandemia.

A produção industrial europeia caiu 1,6% no comparativo mensal e 0,8% no comparativo anual. A produção de bens de capital, usada para investimentos, recuou 3,1% no mês e na comparação anual, enquanto a produção de bens de consumo não duráveis recuou 0,6% no mês e 3,9% no ano.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email