‘Argentina vive hoje clima parecido com o do Brasil em 2013; mas peronismo é forte’, alerta jornalista Rogério Tomaz

O jornalista Rogério Tomaz Jr., em entrevista à TV 247, apontou para o risco de a direita argentina partir para uma guerra híbrida na tentativa de um golpe contra Alberto Fernández. Assista

Rogério Tomaz - Cristina Kirchner - Alberto Fernández
Rogério Tomaz - Cristina Kirchner - Alberto Fernández (Foto: Divulgação | Agustin Marcarian/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista residente na Argentina Rogério Tomaz Jr. contou à TV 247 que há um movimento da direita no país vizinho que tenta fritar a imagem do governo Alberto Fernández, assim como ocorreu com a ex-presidente Dilma Rousseff no Brasil, em mais uma articulação da extrema direita mundial.

Segundo Tomaz, o clima na Argentina se assemelha ao do Brasil em 2013, quando diversas manifestações contra Dilma tomaram conta do País, o que foi o primeiro passo para o golpe. “Desde que assumiu o governo Fernández, especialmente desde maio, para ser bem preciso, quando a quarentena começou a ter flexibilização em vários pontos do país, a direita passou a ir para a rua, e a direita é conectada à estratégia global da extrema direita no mundo, do Steve Bannon, há muito tempo. Eles passaram a fazer marchas de protesto contra a quarentena com várias pessoas expondo o negacionismo, chegou ao ponto de ter uma queima de máscaras. Eles estão fazendo marchas toda semana. Eu morava em Brasília, trabalhei 11 anos no Congresso. O clima aqui é muito parecido com o clima de 2013, quando a direita começou a ensaiar sua organização para dar o bote a partir de 2015”.

De acordo com Rogério Tomaz Jr., a movimentação da direita argentina “não chega a preocupar” porque há no país uma forte base de esquerda favorável a Fernández. “Aqui, diferentemente do Brasil, do que a gente enfrentou a partir de 2013 e com a consumação do golpe em 2016, o peronismo aqui é maioria na sociedade e maioria no parlamento. Eles têm uma ampla maioria no Senado e tem uma maioria não tão folgada na Câmara, mas uma maioria tranquila”, explica.

Inscreva-se na TV 247 e assista à fala de Rogério Tomaz Jr. na íntegra:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247