"Bolsonarismo vai buscar um cadáver do lado deles para se contrapor a Marcelo Arruda", diz Eduardo Guimarães

“Ele é capaz de tudo para manter o poder e fugir da prisão. A melhor solução para o Bolsonaro é a explosão de violência”, analisa o jornalista

www.brasil247.com -
(Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Reprodução)


247 - O jornalista Eduardo Guimarães, em entrevista à TV 247, disse que a estratégia de Jair Bolsonaro (PL) é acirrar os ânimos entre seus eleitores e opositores para “buscar um cadáver do lado deles, para se contrapor ao Marcelo Arruda”, militante do PT assassinado pelo agente penal bolsonarista Jorge Guaranho, em julho deste ano em Foz do Iguaçu. 

A fala de Guimarães acompanha a revelação de que órgãos de inteligência estariam investigando um possível  autoatentado bolsonarista no 7 de setembro para culpar o PT. Guimarães acredita que isso poderia ser usado como um pretexto para tumultuar ainda mais a situação no país e cancelar as eleições. 

>>> Só resta a Bolsonaro melar o jogo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O Bolsonaro quer os ânimos acirrados e, na minha opinião, ele está pensando concretamente em cancelar a eleição por motivos de não haver condições para realizá-las tranquilamente. Ele é capaz de tudo para se manter no poder e fugir da prisão”, analisou. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O jornalista ainda acrescenta que “a melhor solução para o Bolsonaro é a explosão de violência”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email