Humberto Costa: "a cadeira da Presidência é enorme para o tamanho político de Bolsonaro"

Segundo o senador, além de aumentar a rejeição da própria imagem perante o povo brasileiro na viagem para o velório de Elizabeth II, Bolsonaro cometeu crime

www.brasil247.com - Humberto Costa e Bolsonaro
Humberto Costa e Bolsonaro (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado | Alan Santos/PR)


247 - Em entrevista à TV 247, o senador Humberto Costa (PT-PE) criticou a atitude eleitoreira de Jair Bolsonaro (PL) na viagem para o velório da rainha Elizabeth II, na Inglaterra: "Bolsonaro deu mais uma demonstração de que é uma pessoa completamente despreparada para essa função que ele exerce. A cadeira da presidência da República é enorme para o tamanho político que Bolsonaro tem."

De acordo com o senador, além de aumentar a rejeição da própria imagem perante ao povo brasileiro na viagem internacional, o chefe do Executivo cometeu um crime eleitoral: "Aproveitou para cometer mais um crime eleitoral: abuso de poder político, utilizando uma instalação do poder público brasileiro situada em outro país para fazer uma pregação eleitoral. A nossa assessoria de campanha já está movimentando uma representação para que ele seja enquadrado como alguém que exerceu abuso de poder político nessa campanha eleitoral mais uma vez."

"É uma questão revoltante. Não que um chefe de Estado não deva se deslocar do seu país para prestar homenagem a um outro chefe de Estado falecido. Mas é profundamente contrastante essa atitude dele como presidente da República quando durante a pandemia ele nunca, jamais, trouxe uma palavra sequer de acalento para aquelas famílias que perderam seus entes queridos e amigos que deixaram de ter a companhia de seus companheiros. E nehuma medida administrativa, inclusive para para minorar o sofrimento dessas famílias que tiveram perdas durante o processo da pandemia. Isso aumenta ainda mais essa rejeição que a população brasileira sente por ele. Essa viagem dele, assim como o 7 de setembro, ao invés de melhorar o sentimento da população em relação a ele, piora ainda mais", concluiu Humberto.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email