“Lula fala de esperança, Bolsonaro espalha discurso de ódio”, diz Luís Costa Pinto

Jornalista vê ex-presidente como única liderança capaz de unificar o setor democrático: “O País vai precisar de um líder que o una e que faça política falando de união, que faça política falando de convergência, que faça política falando de esperança”. Assista

Luís Costa Pinto, Jair Bolsonaro e Lula
Luís Costa Pinto, Jair Bolsonaro e Lula (Foto: Reprodução | ABr | Felipe L. Gonçalves/Brasil247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Luís Costa Pinto comparou na TV 247 os discursos do ex-presidente Lula e de Jair Bolsonaro no último sete de setembro e afirmou que as narrativas tornam claro quem poderá conduzir o Brasil após 2022 diante da grave crise econômica em que se contra o País: Lula.

Luís Costa Pinto chamou a atenção para o fato do pronunciamento de Lula ter girado em torno de união, esperança, convergência, tudo o que os brasileiros precisam neste momento, enquanto Bolsonaro nada mais fez do que espalhar ódio mais uma vez. “Quanto mais grave for a crise econômica, e ela é muito grave, quanto mais grave for a crise de desmoralização do Brasil no mundo, e ela é muito grave, a gente vai precisar de uma liderança que está muito além da capacidade do Bolsonaro, porque ele é um incapaz. Não existe outro personagem no Centro, na direita, que projete essa liderança. Quem? Não tem? Então o País vai precisar de um líder que o una e que faça política falando de união, que faça política falando de convergência, que faça política falando de esperança. O que a gente viu nos dois pronunciamentos é muito claro, o Lula fala de esperança, mesmo que pregando o radicalismo na esquerda, mas ele fala de esperança, ele fala de união, e o Bolsonaro, dentro do Palácio da Alvorada, naquela biblioteca que não lhe cabe porque ele não leu nenhum daqueles livros, ele conseguiu grunhir um discurso de ódio, de divisão”.

Inscreva-se na TV 247 e assista à fala de Luís Costa Pinto na íntegra: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email