"Todo o processo de construção do Enem está em risco", diz Haddad

“Todo esse trabalho de construção de reputação da prova pode se perder justamente porque um maluco resolve dizer como devem ser as questões da prova, e não a ciência, a pesquisa acadêmica”, afirmou Fernando Haddad (PT) em entrevista à TV 247; confira

www.brasil247.com - Fernando Haddad e o Enem
Fernando Haddad e o Enem (Foto: Reprodução/Facebook | Agência Brasil)


247 - Ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT) comentou sobre o processo de criação no Enem e de integração de um novo exame ao Sisu, em entrevista à TV 247.

“Tivemos que convencer dezenas de conselhos superiores das universidades a abrir mão do processo seletivo em proveito do exame nacional. É isto que está em risco neste momento”, declarou. O Enem unificou os vestibulares de cada universidade para formar um exame nacional.

“Todo esse trabalho de construção de reputação da prova pode se perder justamente porque um maluco resolve dizer como devem ser as questões da prova, e não a ciência, a pesquisa acadêmica”, reforçou. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O Bolsonaro, que vai dizer se houve um golpe em 64 ou não no Brasil? É ele que vai ditar as regras do que é ciência? É ele que vai dizer qual é a maneira mais adequada de combater uma pandemia, se é por remédios ineficazes ou vacinação?”, indagou. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Qual vai ser a segurança que o estudante tem para responder às questões? Quem sabe que no ano que vem não vai ter uma cartilha para dizer como deve ser a correção da redação [do Enem] com relação a temas como história do Brasil”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
“Bolsonaro está esculhambando o Brasil e a elite vai deixando passar”, declarou o petista.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email