CBF admite que arbitragem favoreceu o Flamengo em partida contra o Bahia

O clube baiano entrou com representação na CBF contra a arbitragem e teve como retorno do parecer a resposta “o reclamante tem razão”. Na ocasião, o árbitro marcou um pênalti a favor do Flamengo, mesmo após olhar o lance no VAR

(Foto: REUTERS/Sergio Moraes)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A Ouvidoria de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) admitiu, em parecer divulgado nesta quarta-feira (17), que a arbitragem favoreceu o Flamengo na partida contra o time do Bahia, na quinta-feira passada (11),  quando o tricolor baiano foi derrotado por 3 a 0 para o Flamengo, no Maracanã.

De acordo com reportagem do jornal A Tarde, a CBF disse que o Bahia  tinha razão, em resposta à representação do time contra a arbitragem.  Na ocasião, o árbitro marcou um pênalti a favor do Flamengo, mesmo após olhar o lance no VAR, por enxergar que a bola teria tocado no braço do zagueiro tricolor, Germán Conti, quando na verdade a bola tocou em seu peito.

A ouvidoria de arbitragem admitiu a falha, mas disse que a responsabilidade não foi só do árbitro da partida, Vinícius Gonçalves, mas também da equipe do VAR, que não confirmou que a bola não teria tocado no braço de Conti. “Sem pretender minimizar o erro do árbitro, é preciso afirmar que o VAR não disse que a bola não tocou no braço do defensor, como o Reclamante afirma, mas, ao contrário, menciona que a bola tocou no peito do defensor e após em seu bíceps”.

PUBLICIDADE

Após o episódio, o então presidente da Comissão de Arbitragem Nacional da CBF, Leonardo Gaciba, foi demitido na última sexta-feira (12) pela direção da entidade.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email