Diante da guerra, Uefa muda da Rússia para a França a sede da final da Liga dos Campeões

A medida foi tomada após uma reunião de emergência da UEFA nesta sexta-feira, por causa do início da guerra entre russos e ucranianos

www.brasil247.com -
(Foto: Divulgação/Zenit FC)


247 com RT - A final da Liga dos Campeões de 2022 não será mais realizada na cidade russa de São Petersburgo, anunciaram os organizadores da UEFA (União das Federações Europeias de Futebol).

A medida ocorre em meio ao conflito em curso entre a Rússia e a Ucrânia. 

A final em 28 de maio será realizada no Stade de France, em Paris. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em um comunicado, a Uefa agradeceu ao presidente francês Emmanuel Macron por seu "apoio pessoal" para facilitar a mudança em "um momento de crise sem precedentes".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Juntamente com o governo francês, a Uefa apoiará totalmente os esforços de várias partes interessadas para garantir o resgate de jogadores de futebol e suas famílias na Ucrânia que enfrentam terríveis sofrimentos humanos, destruição e deslocamento", acrescentou.

Os clubes e seleções da Rússia e da Ucrânia serão obrigados a jogar em casa em solo neutro até que a Uefa decida o contrário.

A decisão pode incluir a semifinal da Rússia nas eliminatórias da Copa do Mundo em casa contra a Polônia em 24 de março, bem como uma final potencialmente crucial cinco dias depois, caso o time de Valeri Karpin vença.

A vitória sobre a Polônia faria com que a Rússia recebesse a Suécia ou a República Tcheca, embora essas duas nações tenham se juntado à Polônia na petição da FIFA e da UEFA para mudar qualquer jogo para um local neutro por causa de temores de segurança.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Uefa disse que está de prontidão para realizar reuniões extraordinárias e tomar novas decisões com base em uma avaliação contínua da "situação legal e factual" .

A realocação da Liga dos Campeões marca o terceiro ano consecutivo em que o evento de destaque no calendário do futebol europeu de clubes foi deslocado de seu local original.

As finais de 2020 e 2021 foram transferidas da Turquia para Portugal devido às restrições da pandemia de Covid.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, e sua secretária de Relações Exteriores, Liz Truss, estavam entre os líderes que pediram que a final fosse adiada antes que a Uefa anunciasse sua decisão.

Falando na Câmara dos Comuns na terça-feira, Johnson sugeriu que a Rússia "não tem chance de realizar torneios de futebol" após sua operação inicial em Donbass.

"Acho inconcebível que grandes torneios internacionais de futebol possam acontecer na Rússia" , acrescentou.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email