Diretor da OMS diz que risco de contaminação por covid na Olimpíada de Tóquio é inevitável

"A marca do sucesso do evento não é registrar nenhum caso de covid-19. É garantir que todos os casos sejam identificados, isolados, investigados e cuidados", afirmou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus

www.brasil247.com - Tedros Adhanom Ghebreyesus
Tedros Adhanom Ghebreyesus (Foto: Christopher Black/WHO/Handout via REUTERS)


247 - O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou nesta quarta-feira (21) que o risco de contaminação por Covid-19 na Olimpíada de Tóquio é inevitável. De acordo com o dirigente, os jogos não devem ser avaliados pelo número de casos que serão registrados até o dia 8 de agosto, data de encerramento do grande evento esportivo.

"A marca do sucesso do evento não é registrar nenhum caso de covid-19. É garantir que todos os casos sejam identificados, isolados, investigados e cuidados o mais rápido possível para que a transmissão seja interrompida", disse ele em reunião com o Comitê Olímpico Internacional (COI), na capital japonesa. O relato foi publicado pelo jornal O Estado de S.Paulo.

O diretor afirmou que "não há risco zero na vida". Segundo Ghebreyesus, o Japão "pode dar coragem a todo o mundo" com a realização dos Jogos. "Que os raios de esperança desta terra iluminem um novo amanhecer por um mundo mais saudável, seguro e justo. É sincera a minha esperança que os Jogos de Tóquio sejam bem-sucedidos."

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email