Positivo de Gabriel Menino para Covid-19 deixa Seleção Brasileira em alerta

Tite afirmou que o médico da equipe, Rodrigo Lasmar, irá acelerar os testes de outros atletas para assegurar que ninguém foi contaminado

Gabriel Menino
Gabriel Menino (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O médico da Seleção Brasileira Rodrigo Lasmar anunciou nesta quinta-feira (12) o corte do jogador do Palmeiras Gabriel Menino, que testou positivo para a Covid-19. Ele disputaria duas partidas pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, uma contra a Venezuela, nesta sexta-feira (13), e na próxima terça, outra contra o Uruguai, em Montevidéu.

“Nos testes realizados ontem (quarta-feira), o atleta Gabriel Menino foi testado positivo para Covid-19. Todos os outros atletas do grupo testaram negativo. É importante colocarmos que, na segunda-feira, quando os atletas chegaram, todos os membros da delegação foram testados e os resultados foram negativos. Nós já informamos o departamento médico do Palmeiras, o jogador está assintomático, já está isolado e está sendo desconvocado da seleção neste momento. Todas as medidas protetivas estão sendo tomadas. Vamos realizar uma nova bateria de testes antes da nossa viagem ao Uruguai, após o jogo”, disse Lasmar.

O técnico Tite falou sobre a possibilidade de Menino ter transmitido o coronavírus para outros jogadores. “O doutor colocou hoje (quinta-feira) o que foi feito. Ele vai acelerar outros testes. Nesse meio tempo não há problema nenhum nós irmos para o jogo. A grosso modo, a informação nos dada – para todos os atletas e comissão técnica – foi essa”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247