25 vereadores no Paço com Agenor. Paulo conseguiria?

Prefeito em exercício comparou encontro ao Conclave que elegeu o papa Francisco I; alguns parlamentares chamaram evento de momento histórico, por conta da quantidade de representantes de diversos partidos políticos; prefeito Paulo Garcia (que está em viagem) dificilmente reuniria tamanho número de vereadores, como os opositores Elias Vaz (PSol), Geonavi Antônio (PSDB) e Virmondes Cruvinel (PSD); ameaçado de punição pelo PT por divergir do prefeito correligionário, Djalma Araújo não compareceu

25 vereadores no Paço com Agenor. Paulo conseguiria?
25 vereadores no Paço com Agenor. Paulo conseguiria? (Foto: Eulices Maria)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiânia Notícias_ No final da tarde da quarta-feira, 20, o prefeito de Goiânia em exercício, Agenor Mariano, esteve reunido com 25 vereadores da capital. A implantação de uma cidade sustentável, os poderes executivo e legislativo mais próximos do povo, a busca de benefícios para sociedade - independente da sigla partidária - e a avaliação da desenvoltura de Agenor Mariano à frente da prefeitura durante dez dias estiveram na pauta da reunião ocorrida no Palácio das Campinas Venerando de Freitas Borges (Paço Municipal).

O que alguns parlamentares chamaram de momento histórico, por conta da quantidade de representantes de diversos partidos políticos, Agenor Mariano preferiu nomear de respeito à democracia brasileira ao se referir a reunião como os vereadores. “Nós, independente de sigla partidária, fomos escolhidos pela população goianiense para administrar a cidade nesses próximos quatro anos. Precisamos pensar na cidade, não em nós mesmos, sequer em nossos partidos, quando estamos falando do povo que nos colocou nestes lugares que estamos hoje”, lembrou Agenor, depois de ouvir atentamente a fala dos 25 parlamentares.

O prefeito em exercício disse que este período que ficou frente à administração da capital e, principalmente o dia de hoje, ficará marcado em na memória.  “Hoje, dia 20 de março de 2013, vivi um dia repleto de emoções. A começar - logo pela manhã - quando tive a oportunidade, como prefeito em exercício, de visitar a escola que iniciei os meus estudos. Lá, tive a oportunidade de rever a minha primeira professora e a emoção foi tamanha não simplesmente por ser uma escola qualquer, mas sim por ter sido uma escola da Rede Municipal de Ensino (RME)”, sintetizou.

Agenor ressaltou também sobre as visitas institucionais que fez questão de realizar enquanto chefe do executivo municipal em exercício. “Minha primeira visita institucional foi à Câmara Municipal de Goiânia, por reconhecer que hoje sou vice-prefeito desta cidade e porque um dia fui vereador assim como vocês são hoje”. Para exemplificar o respeito pela democracia - independente de qualquer posição - e pela luta de buscar benfeitorias para a cidade, Agenor utilizou a recente escolha do novo papa. “São mais de 100 arcebispos que participam do conclave, e é claro que, entre eles, existem divergências e posições contrárias, mas depois da votação e da escolha definida não há questionamentos e nem mesmo impasses para atuação no novo líder da Igreja Católica”, explanou Agenor sobre a união de todos em prol da população goianiense.

O presidente da Câmara de Vereadores, Clécio Alves, parabenizou a iniciativa de Agenor Mariano em se reunir com todos os vereadores, uma vez que tem o interesse de levar o Poder Legislativo Municipal para os bairros. “Vamos aproximar nossas ações parlamentares daqueles que nos elegeram e, para isso, precisamos da parceria do Poder Executivo que pode nos auxiliar e integrar nossas atividades”, disse. Clécio citou ainda o interesse de que a vista seja retribuída à Casa em uma reunião não somente entre os dois Poderes, mas entre as lideranças do Estado de Goiás para demonstrar que todos estão unidos por uma cidade cada vez melhor.

Vereadores participantes

Participaram da reunião com o prefeito em exercício, Agenor Mariano, os vereadores: Anselmo Pereira (PSDB), Antonio Uchôa (PSL), Carlos Soares (PT), Célia Valadão (PMDB), Clécio Alves (PMDB), Divino Rodrigues (PSDC), Dr. Bernardo do Cais (PSC), Dra. Cristina (PSDB), Elias Vaz (PSol), Felizberto Tavares (PT), Geovani Antonio (PSDB), Joãozinho Guimarães (PRB), Jorge do Hugo (PSL), Mizair Lemes Junior (PMDB), Paulinho Graus (PDT), Paulo Borges (PMDB), Paulo da Farmácia (PSDC), Paulo Magalhães (PV), Pedro Azulão Júnior (PSB), Professor Domingos Sávio (PMN), Tayrone Di Martino (PT), Thiago Albernaz (PSDB), Virmondes Cruvinel (PSD), Welington Peixoto (PSB) e Zander (PSL). (Texto: Mauro Júnio)

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email