88% da rede semafórica de Fortaleza é revitalizada com lâmpadas de LED

A Prefeitura de Fortaleza vem promovendo a revitalização da rede existente com a substituição das atuais lâmpadas halógenas por lâmpadas de LED. Atualmente, 88% dos semáforos de Fortaleza já são contemplados com esse tipo de iluminação e 118 semáforos contam com nobreak, que assegura o seu funcionamento mesmo quando ocorre interrupção no fornecimento de energia

A Prefeitura de Fortaleza vem promovendo a revitalização da rede existente com a substituição das atuais lâmpadas halógenas por lâmpadas de LED. Atualmente, 88% dos semáforos de Fortaleza já são contemplados com esse tipo de iluminação e 118 semáforos contam com nobreak, que assegura o seu funcionamento mesmo quando ocorre interrupção no fornecimento de energia
A Prefeitura de Fortaleza vem promovendo a revitalização da rede existente com a substituição das atuais lâmpadas halógenas por lâmpadas de LED. Atualmente, 88% dos semáforos de Fortaleza já são contemplados com esse tipo de iluminação e 118 semáforos contam com nobreak, que assegura o seu funcionamento mesmo quando ocorre interrupção no fornecimento de energia (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - A Prefeitura de Fortaleza está modernizando toda rede semáforos da Capital, promovendo a revitalização da rede existente com a substituição das atuais lâmpadas halógenas por lâmpadas de LED (Light Emitting Diode), o que proporciona melhoria na visibilidade dos equipamentos e contribui para a redução de acidentes. 

Atualmente, 88% dos semáforos de Fortaleza já são contemplados com esse tipo de iluminação e 118 semáforos contam com nobreak, equipamento que assegura o seu funcionamento mesmo quando ocorre interrupção no fornecimento de energia. 

Segundo a gerente da Central de Monitoramento de Tráfego da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Juliana Coelho, “a iniciativa contempla vários benefícios desde a economia de energia à redução de falhas nos equipamentos, além de aumentar a segurança viária. A substituição das lâmpadas permite uma redução de energia em até 80%, menor quantidade de reparos nos semáforos e melhoria significativa na visibilidade dos equipamentos aos condutores e pedestres, principalmente, nos períodos de incidência da luz solar”.

A modernização já contempla os principais corredores de ônibus e vias movimentadas que registram maior fluxo veicular, como a Avenidas Santos Dumont, Dom Luís, Antônio Sales, Oliveira Paiva, Pe. Valdevino, Abolição, Dr. Silas Munguba, Pres. Castelo Branco, Francisco Sá, Sargento Hermínio e João Pessoa que já contam com a nova iluminação. A expectativa é que a substituição atinja toda a rede semafórica da Cidade, possibilitando maior segurança aos motoristas.

Outra ferramenta que o órgão tem utilizado para assegurar a operação normal dos semáforos nos casos de oscilações elétricas é o nobreak. Cruzamentos como Virgílio Távora X Pontes Vieira, Rogaciano Leite X Murilo Borges, Dom Manoel X Monsenhor Tabosa, Aguanambi X Soriano Albuquerque, José Bastos X Carneiro de Mendonça e Dom Manoel X Heráclito Graça dispõem dessa ferramenta, que garante o funcionamento do equipamento em até três horas após a queda de energia. 

Semáforos Centralizados

Além da revitalização semafórica, a AMC vem investindo na tecnologia dos semáforos. Hoje, dentre os 827 equipamentos existentes na Capital, 55% são centralizados, ou seja, otimizado em tempo real de acordo com os laços detectores instalados no asfalto. Com isso, as vias de maior fluxo são priorizadas, sendo atribuído maior tempo de verde para elas. Outra vantagem é a possibilidade de comunicação direta com o órgão de trânsito, permitindo a detecção de falhas de forma imediata e agilizando os serviços de manutenção. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247