A pedido de Bolsonaro, Exército já produziu 2,2 milhões de comprimidos de cloroquina

O Exército aumentará a fabricação para 1 milhão por semana. A produção foi uma determinação de Jair Bolsonaro

(Foto: Reuters | Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O laboratório do Exército produziu 2,2 milhões de comprimidos de cloroquina para o tratamento de coronavírus e aumentará a fabricação para 1 milhão por semana. Cada pílula custa R$ 0,20. A produção foi uma determinação de Jair Bolsonaro, defensor da substância, embora não há comprovação cientísfica sobre a eficácia dela. 

Segundo a coluna Painel, o Ministério da Defesa ficará responsável pela distribuição da cloroquina. afirmou a assessoria da pasta. 

A equipe técnica do ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde) apresentou uma cartilha com análise de 33 teses sobre o medicamento e concluiu que ainda não é válido do ponto de vista científico.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247