A rede é inspiração artística

Artistas dividem experincias e mostram peculiaridades da Web Arte

A rede é inspiração artística
A rede é inspiração artística (Foto: DIVULGAÇÃO)

Lucas Reginato _247 - A tecnologia possibilitou que novas técnicas artísticas se desenvolvessem a partir da manipulação de ferramentas e dados binários. Algumas criações, ainda, utilizam da própria rede como uma plataforma inédita capaz de absorver novas funcionalidades. Mas para que isso seria feito?

“A função da arte é pensar em caminhos que desviem daquilo que é convencional”, explica Fábio Oliveira Nunes, pesquisador da UNESP e especialista em Web Arte, modalidade que, segundo ele, tem algumas peculiaridades que podem interessar por conter novidades e estar completamente aberta a experimentações. “A web tem caráter efêmero, e a arte tenta fazer uso deste meio de comunicação de uma forma subversiva”.

Dentro dos navegadores, o sujeito não é apenas um observador, mas parte integrante da rede, criando obras totalmente interativas mesmo que elas não tenham nenhuma intenção de sê-las. Gilbertto Prado, artista multimídia, busca trabalhar justamente com essa questão de interatividade, levando para a rua suas obras.

Se nos navegadores o observador é parte da obra, assim também é nas cidades, onde cada sujeito é parte da cidade não só como um habitante, mas como um transformador deste ambiente. A Web Arte já extravasou a tela do computador, e se concretizou nas ruas, em uma metáfora perfeita do conceito de hibridismo – mundo virtual e real unidos em um só.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247