Abertura de empresas cresce 35% em Goiás

Com a implantação da terceira etapa do Portal do Empreendedor, a abertura de empresas em Goiás em julho foi 35,6% maior do que a registrada no mesmo período do ano passado; foram 2.062 registros de novas empresas pela Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) contra 1.520, no mesmo período de 2016; no acumulado do ano, já são 11.774 novas inscrições. Em 2016, a soma de janeiro a julho era de 10.777, crescimento de 9,2%

Com a implantação da terceira etapa do Portal do Empreendedor, a abertura de empresas em Goiás em julho foi 35,6% maior do que a registrada no mesmo período do ano passado; foram 2.062 registros de novas empresas pela Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) contra 1.520, no mesmo período de 2016; no acumulado do ano, já são 11.774 novas inscrições. Em 2016, a soma de janeiro a julho era de 10.777, crescimento de 9,2%
Com a implantação da terceira etapa do Portal do Empreendedor, a abertura de empresas em Goiás em julho foi 35,6% maior do que a registrada no mesmo período do ano passado; foram 2.062 registros de novas empresas pela Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) contra 1.520, no mesmo período de 2016; no acumulado do ano, já são 11.774 novas inscrições. Em 2016, a soma de janeiro a julho era de 10.777, crescimento de 9,2% (Foto: Leonardo Lucena)

Goiás 247 - Com a implantação da terceira etapa do Portal do Empreendedor, a abertura de empresas em Goiás em julho foi 35,6% maior do que a registrada no mesmo período do ano passado. Foram 2.062 registros de novas empresas pela Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) contra 1.520, no mesmo período de 2016.

“No início deste ano, decidimos implantar o Portal com objetivo de garantir celeridade e eficiência na abertura de empresa. A terceira etapa foi finalizada em 20 de junho, com a integração dos serviços da Receita Federal. Com isso, abrir uma empresa para gerar emprego e renda está mais fácil. O resultado está ai”, avalia o presidente da Juceg, Rafael Lousa.

No acumulado do ano, já são 11.774 novas inscrições. Em 2016, a soma de janeiro a julho era de 10.777 – alta de 9,2%. Lousa associa o resultado ao aspecto macroeconômico e ao dinamismo da economia goiana. “Todos os meses de 2017 foram melhores do que o mesmo mês de 2016. Há uma tendência de recuperação econômica. O movimento de abertura das empresas é resultado do êxito da economia de Goiás”, enfatiza.

Dados
De janeiro a julho, foram registradas em Goiás 4.641 empresas do tipo individual de responsabilidade Ltda (com apenas um titular); 4.046 do tipo sociedade empresária limitada (com dois sócios, no mínimo); 3.047 empresários individuais (aqueles que exercem a atividade econômica em nome próprio e integralizam o seu patrimônio à exploração do negócio); 20 sociedades anônimas fechadas e 20 cooperativas. Os dados não incluem os Micro Empreendedores Individuais (MEIs).

Goiânia registra a maioria dos pedidos de abertura em empresas (4.225), seguida de Aparecida (631) e Anápolis (522). Na divisão por gênero, os homens representaram 63% dos negócios abertos contra 37% das mulheres. O número de extinção de empresas foi de 1.002 em julho deste ano. No ano passado, foi de 917.

Portal do Empreendedor
Implantado no início deste ano, o Portal do Empreendedor Goiano tem garantido a desburocratização e redução no tempo de abertura de novas empresas no Estado. Segundo o presidente da Juceg, os números tendem a avançar ainda mais: “Possivelmente vamos fechar o ano com avanço na abertura de empresas. Vamos continuar a expandir e inovar nossa oferta de serviços para o empreendedor”, diz.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247