Acampamento do MTST na Paulista já dura 9 dias

Senadores e deputados do PT Gleisi Hoffmann, Lindgbergh Farias, Carlos Zarattini e Arlindo Chinaglia visitaram o acampamento nesta tarde; "Viemos trazer o apoio para que vocês fiquem firmes, fiquem fortes. Não é uma resistência só pela questão da moradia, é uma resistência pelo programa Minha Casa, Minha Vida, para que não se tire os direitos sociais com a reforma da Previdência, para que não se mexa nos direitos trabalhistas, nem se venda o nosso País como esse governo de quinta categoria está querendo vender", discursou Gleisi

Senadores e deputados do PT Gleisi Hoffmann, Lindgbergh Farias, Carlos Zarattini e Arlindo Chinaglia visitaram o acampamento nesta tarde; "Viemos trazer o apoio para que vocês fiquem firmes, fiquem fortes. Não é uma resistência só pela questão da moradia, é uma resistência pelo programa Minha Casa, Minha Vida, para que não se tire os direitos sociais com a reforma da Previdência, para que não se mexa nos direitos trabalhistas, nem se venda o nosso País como esse governo de quinta categoria está querendo vender", discursou Gleisi
Senadores e deputados do PT Gleisi Hoffmann, Lindgbergh Farias, Carlos Zarattini e Arlindo Chinaglia visitaram o acampamento nesta tarde; "Viemos trazer o apoio para que vocês fiquem firmes, fiquem fortes. Não é uma resistência só pela questão da moradia, é uma resistência pelo programa Minha Casa, Minha Vida, para que não se tire os direitos sociais com a reforma da Previdência, para que não se mexa nos direitos trabalhistas, nem se venda o nosso País como esse governo de quinta categoria está querendo vender", discursou Gleisi (Foto: Gisele Federicce)

247 - Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) estão há nove dias acampados na Avenida Paulista em protesto por moradias e melhorias no programa Minha Casa, Minha Vida.

"Ficaremos por tempo indeterminado, até que as nossas reivindicações sejam atendidas", disse Guilherme Boulos, líder do MTST e da Frente Povo Sem Medo.

Senadores e deputados do PT Gleisi Hoffmann, Lindgbergh Farias, Carlos Zarattini e Arlindo Chinaglia visitaram o acampamento na tarde desta quinta-feira 23. "Viemos trazer o apoio para que vocês fiquem firmes, fiquem fortes", discursou Gleisi.

"Não é uma resistência só pela questão da moradia, é uma resistência pelo programa Minha Casa, Minha Vida, para que não se tire os direitos sociais com a reforma da Previdência, para que não se mexa nos direitos trabalhistas, nem se venda o nosso País como esse governo de quinta categoria está querendo vender", acrescentou a senadora.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247