‘Ação contra Jaques Wagner escancara atuação aberta para tirar o PT das eleições’

O líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), foi um parlamentar que bateu duro na Operação Cartão Vermelho, que cumpriu mandados de busca e apreensão na casa do ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT); "É assombroso ver a volta dos tempos da polícia política, desta vez com amparo de setores do Ministério Público e do Judiciário. A ação de hoje contra o companheiro Jaques Wagner escancara a atuação aberta para tirar o PT das eleições", escreveu o parlamentar no Twitter; "Podem nos perseguir até o fim do alfabeto. Mas vamos disputar e vamos vencer"

humberto costa
humberto costa (Foto: Leonardo Lucena)

Pernambuco 247 - O líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), foi um parlamentar que bateu duro na Operação Cartão Vermelho, que cumpriu mandados de busca e apreensão na casa do ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT). O ex-chefe do executivo baiano é acusado de receber propina por intermédio de contratos firmados do governo estadual e o Consórcio Arena Fonte Nova para a construção do estádio da Copa do Mundo. 

"É assombroso ver a volta dos tempos da polícia política, desta vez com amparo de setores do Ministério Público e do Judiciário. A ação de hoje contra o companheiro Jaques Wagner escancara a atuação aberta para tirar o PT das eleições", escreveu o parlamentar no Twitter.

"Qualquer um cogitado para ser nosso candidato, vira logo alvo. Se é apontado como plano A, como Lula, caçam. Se são especulados como plano B, como Haddad e Jaques, caçam. Podem nos perseguir até o fim do alfabeto. Mas vamos disputar e vamos vencer. Apesar de vocês, amanhã há de ser outro dia", acrescentou Humberto.

Wagner negou irregularidades. “Há pronunciamento do TCU dizendo que os preços são normais. Esse processo teve consulta pública, audiência pública e só depois foi feito o edital. Eu acho uma aberração se colocar que a exigência da demolição... um preço ridículo em relação ao preço do conjunto da obra, então eu espero que o processo de inquérito se encerre e que a gente tenha direito de se defender do TRF1”, afirmou, em coletiva de imprensa.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247