Ação tenta prevenir surto de conjuntivite em Caldas Novas

Apesar de já estar fora do auge do surto de conjuntivite em Caldas Novas, principal destino turístico de Goiás, uma força-tarefa está em ação para prevenir casos de conjuntivite durante o carnaval; embora o número de pessoas infectadas em fevereiro ainda tenha sido fechado, a Prefeitura identificada queda de 70% nos atendimentos de pacientes com suspeita da doença; no mês passado foram registrados quase 2 mil casos

Apesar de já estar fora do auge do surto de conjuntivite em Caldas Novas, principal destino turístico de Goiás, uma força-tarefa está em ação para prevenir casos de conjuntivite durante o carnaval; embora o número de pessoas infectadas em fevereiro ainda tenha sido fechado, a Prefeitura identificada queda de 70% nos atendimentos de pacientes com suspeita da doença; no mês passado foram registrados quase 2 mil casos
Apesar de já estar fora do auge do surto de conjuntivite em Caldas Novas, principal destino turístico de Goiás, uma força-tarefa está em ação para prevenir casos de conjuntivite durante o carnaval; embora o número de pessoas infectadas em fevereiro ainda tenha sido fechado, a Prefeitura identificada queda de 70% nos atendimentos de pacientes com suspeita da doença; no mês passado foram registrados quase 2 mil casos (Foto: Voney Malta)

Goiás 247 – Embora não viva mais o surto da conjuntivite, uma força-tarefa está em ação para prevenir casos de conjuntivite durante o carnaval em Caldas Novas, no sul de Goiás. Principal ponto turístico de Goiás, o município vem recebendo uma ação que distribui álcool em gel para foliões e também pede reforço na limpeza de áreas comuns de hotéis e apartamentos.

Embora o número de casos em fevereiro ainda tenha sido fechado para balanço, a Prefeitura de Caldas Novas identificada queda de 70% nos atendimentos de pacientes com suspeita de conjuntivite, o que, segundo o órgão, não configura mais surto.

No mês de janeiro foram registrados quase 2 mil casos de conjuntivite em Caldas Novas. O número de casos aumentou 30% em relação ao ano passado. A conjuntivite dura, em média, até 15 dias. A doença é caracterizada por dor, coceira, vermelhidão e secreção nos olhos. Os tipos mais comuns são o viral, o bacteriano e o alérgico.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247