ACM: 'batemos recordes de recursos na área social'

Ao fazer um balanço de 2015, o prefeito de Salvador afirmou que a prefeitura bateu “todos os recordes de aplicação de recursos na área social, mais de 18% na saúde e mais de 27,5% na educação. Isso significa R$ 260 milhões a mais do que seria obrigação legal nas duas áreas sociais mais importantes da cidade”; ACM Neto informou que pretende conter R$ 1,5 bilhão em 2016, para enfrentar a crise econômica, mas garantiu a execução de obras iniciadas em seu governo; segundo o gestor, os maiores projetos a serem inciados neste ano são o Hospital Municipal, o Conjunto Cidade de Plástico e o Conjunto Habitacional Barro Branco"

Ao fazer um balanço de 2015, o prefeito de Salvador afirmou que a prefeitura bateu “todos os recordes de aplicação de recursos na área social, mais de 18% na saúde e mais de 27,5% na educação. Isso significa R$ 260 milhões a mais do que seria obrigação legal nas duas áreas sociais mais importantes da cidade”; ACM Neto informou que pretende conter R$ 1,5 bilhão em 2016, para enfrentar a crise econômica, mas garantiu a execução de obras iniciadas em seu governo; segundo o gestor, os maiores projetos a serem inciados neste ano são o Hospital Municipal, o Conjunto Cidade de Plástico e o Conjunto Habitacional Barro Branco"
Ao fazer um balanço de 2015, o prefeito de Salvador afirmou que a prefeitura bateu “todos os recordes de aplicação de recursos na área social, mais de 18% na saúde e mais de 27,5% na educação. Isso significa R$ 260 milhões a mais do que seria obrigação legal nas duas áreas sociais mais importantes da cidade”; ACM Neto informou que pretende conter R$ 1,5 bilhão em 2016, para enfrentar a crise econômica, mas garantiu a execução de obras iniciadas em seu governo; segundo o gestor, os maiores projetos a serem inciados neste ano são o Hospital Municipal, o Conjunto Cidade de Plástico e o Conjunto Habitacional Barro Branco" (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 – O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), pretende contingenciar R$ 1,5 bilhão em 2016 para enfrentar as dificuldades de crescimento econômico nacional, que afeta os estados e municípios. Ao fazer um balanço de 2015, ele diz que foi um ano em que a prefeitura bateu “todos os recordes de aplicação de recursos na área social, mais de 18% na saúde e mais de 27,5% na educação. Isso significa R$ 260 milhões a mais do que seria obrigação legal nas duas áreas sociais mais importantes da cidade”. Para o gestor, a maior conquista do seu governo é "o equilíbrio das contas".

Sobre 2016, o chefe do executivo municipal disse estar se preparando para que o ano “seja mais difícil que 2015”. Segundo ele, em termos de arrecadação, o executivo começou “a sentir a crise a partir de julho de 2015”.

“De julho em diante a crise chegou pesada, o que me fez ter de apertar o cinto já ao longo de 2015. Em agosto fiz uma revisão do orçamento, cortei uma série de despesas que eram previstas. Exatamente porque a maior conquista do nosso governo é o equilíbrio das contas, é que eu estou fazendo um contingenciamento de R$ 1,5 bilhão, sendo que R$ 1 bilhão são recursos fruto de transferências federais e também de empréstimos. Já os outros R$ 500 milhões são recursos do tesouro municipal”, afirmou ACM em entrevista ao jornal A Tarde.

“Também baixei uma série de decretos no fim de 2015, com medidas de melhoria na qualidade do gasto público, de contenção de despesa, revisão de contratos, que, ao nosso ver, vão significar uma economia de R$ 100 milhões. Este é um colchão que a gente pretende fazer para enfrentar qualquer oscilação mais grave na arrecadação em 2016”, acrescentou.

Prefeito garante execução de projetos

ACM Neto afirmou que todas as obras iniciadas "têm recursos e terão continuidade: as obras viárias, a ligação de Cajazeira 10 com Cajazeira 5, a ligação Cajazeira-Valéria-BR 324, a Avenida Suburbana".

De acordo com ele, "os principais compromissos na área social estão preservados, como a duplicação do número de vagas em  creches e pré-escolas, em que vamos criar 20 mil vagas, a construção do hospital municipal (R$ 120 milhões), a recuperação da nossa rede de atenção básica à saúde e a inauguração de quatro novas UPAs (Unidade de Pronto Atendimento) no primeiro semestre deste ano".

"A orla do Rio Vermelho será entregue no dia 29 de janeiro. Todas as obras importantes que foram anunciadas serão entregues, e vamos blindar a área de educação e saúde, que estarão preservadas dos cortes", complementou.    

Propostas para início de 2016

Questionado sobre novas propostas para o seu último ano de governo, neste primeiro mandato, ACM disse que "os maiores projetos que nós vamos começar são o Hospital Municipal, o Conjunto Cidade de Plástico e o Conjunto Habitacional Barro Branco". "Mesmo com a crise, há recursos assegurados para estas obras. Também temos projetos de infraestrutura nos bairros: encostas, ruas, escadarias. Muitos desses projetos estão no Programa Salvador Bairro a Bairro, aí incluídas praças, campo de futebol, que são obras novas e serão iniciadas".

 

 

 

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247