ACM: declaração de Wagner "é fruto do desespero"

Líder do DEM na Bahia e nome mais forte na campanha de Paulo Souto para o governo do Estado, o prefeito ACM Neto devolve ao governador Jaques Wagner (PT) com mesma acidez seu ataque ao ex-governador de que ele "é funcionário de família"; "Na realidade, o candidato do PT é que foi funcionário do governador por oito anos e, portanto, um dos responsáveis pelas greves, o caos na saúde e o colapso administrativo da Bahia. O desespero tomou conta do PT e de seus representantes"

Líder do DEM na Bahia e nome mais forte na campanha de Paulo Souto para o governo do Estado, o prefeito ACM Neto devolve ao governador Jaques Wagner (PT) com mesma acidez seu ataque ao ex-governador de que ele "é funcionário de família"; "Na realidade, o candidato do PT é que foi funcionário do governador por oito anos e, portanto, um dos responsáveis pelas greves, o caos na saúde e o colapso administrativo da Bahia. O desespero tomou conta do PT e de seus representantes"
Líder do DEM na Bahia e nome mais forte na campanha de Paulo Souto para o governo do Estado, o prefeito ACM Neto devolve ao governador Jaques Wagner (PT) com mesma acidez seu ataque ao ex-governador de que ele "é funcionário de família"; "Na realidade, o candidato do PT é que foi funcionário do governador por oito anos e, portanto, um dos responsáveis pelas greves, o caos na saúde e o colapso administrativo da Bahia. O desespero tomou conta do PT e de seus representantes" (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Líder do DEM na Bahia e nome mais forte na campanha do democrata Paulo Souto para o governo do Estado, o prefeito de Salvador, ACM Neto, devolve ao governador Jaques Wagner (PT) com mesma acidez seu ataque ao ex-governador de que ele "é funcionário de família".

Para ACM Neto, Wagner "errou o alvo" ao dizer que Paulo Souto é funcionário da família Magalhães. "Na realidade, o candidato do PT é que foi funcionário do governador por oito anos e, portanto, um dos responsáveis pelas greves, o caos na saúde e o colapso administrativo da Bahia", disparou o democrata.

O líder democrata disse ainda que as declarações de Wagner são fruto de "desespero" porque, a um mês das eleições, Rui Costa tem 15% das intenções de voto, contra 44% de Paulo Souto. "O desespero tomou conta do PT e de seus representantes. Os resultados das pesquisas na Bahia, inclusive as encomendadas pelo partido, mostram que a população rejeita o candidato imposto pelo governador e quer a volta de Paulo Souto".

O prefeito disse também que Wagner "deveria respeitar a memória do senador ACM que, se estivesse vivo, completaria 87 anos nesta quinta-feira (4)".

ACM Neto afirmou que o senador Antonio Carlos Magalhães sempre foi reconhecido por revelar talentos e incorporá-los à vida pública. "Certamente, o mais representativo dos talentos revelados pelo senador é Paulo Souto, um político que tem história na Bahia pelas realizações como governador, secretário e senador".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247