ACM diz que orçamento social passou de R$ 80 milhões para R$ 300 milhões

Na cerimônia de reinauguração do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da Federação, o prefeito ACM Neto disse que "hoje, a cidade possui uma política social realmente estruturada e organizada"; "Em 2013, toda a rede estava quase caindo aos pedaços e funcionando de maneira precária. O investimento feito é no entendimento de que os Cras interagem com a população, servindo de porta de entrada para a educação, conscientização, interação com as famílias e integração com os moradores. Com isso, vamos evitar o agravamento dos problemas sociais em Salvador", disse o prefeito

Na cerimônia de reinauguração do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da Federação, o prefeito ACM Neto disse que "hoje, a cidade possui uma política social realmente estruturada e organizada"; "Em 2013, toda a rede estava quase caindo aos pedaços e funcionando de maneira precária. O investimento feito é no entendimento de que os Cras interagem com a população, servindo de porta de entrada para a educação, conscientização, interação com as famílias e integração com os moradores. Com isso, vamos evitar o agravamento dos problemas sociais em Salvador", disse o prefeito
Na cerimônia de reinauguração do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da Federação, o prefeito ACM Neto disse que "hoje, a cidade possui uma política social realmente estruturada e organizada"; "Em 2013, toda a rede estava quase caindo aos pedaços e funcionando de maneira precária. O investimento feito é no entendimento de que os Cras interagem com a população, servindo de porta de entrada para a educação, conscientização, interação com as famílias e integração com os moradores. Com isso, vamos evitar o agravamento dos problemas sociais em Salvador", disse o prefeito (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O prefeito ACM Neto entregou na terça-feira (14) o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da Federação. Localizada na Rua Pedro Gama, a unidade recebeu serviços de manutenção, pintura, revisão elétrica e hidráulica, conserto de telhado e revisão de forro e adaptação dos espaços com os requisitos para acessibilidade.

ACM disse que "hoje, a cidade possui uma política social realmente estruturada e organizada, e que essa mudança é resultado do trabalho coletivo dos servidores e colaboradores da Semps (Secretaria Municipal de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza)".

"Em 2013, toda a rede estava quase caindo aos pedaços e funcionando de maneira precária. O investimento feito é no entendimento de que os Cras interagem com a população, servindo de porta de entrada para a educação, conscientização, interação com as famílias e integração com os moradores. Com isso, vamos evitar o agravamento dos problemas sociais em Salvador", disse o prefeito.

Segundo o democrata, o orçamento da pasta saltou de R$ 80 milhões para mais de R$ 300 milhões. A medida possibilitou o desenvolvimento de programas como o Primeiro Passo e o Morar Melhor, demonstrando assim a importância dada pela gestão à assistência social na capital baiana.

O Cras possui capacidade de acompanhar 1 mil famílias por ano, além de referenciar outras 5 mil. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 8 ás 12h e das 13h às 17h. A equipe é formada por nove profissionais, sendo um coordenador, dois assistentes sociais, um psicólogo, um profissional do Serviço Único de Assistência Social e quatro técnicos.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247