ACM Neto afirma que não vai concorrer em 2014

O prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM), descartou a possibilidade de disputar qualquer cargo nas eleições 2014. O democrata disse que no próximo irá trabalhar apenas para que a sua base aliada permaneça unida. “Eu sempre disse de maneira muito categórica ao longo da campanha que a missão, a tarefa de governar Salvador era incompatível com qualquer outro projeto que não fosse cumprir os quatro anos de mandato

ACM Neto afirma que não vai concorrer em 2014
ACM Neto afirma que não vai concorrer em 2014 (Foto: Max Haack )
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - O prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM), descartou a possibilidade de disputar qualquer cargo nas eleições 2014. O democrata disse que no próximo irá trabalhar apenas para que a sua base aliada permaneça unida. “Eu sempre disse de maneira muito categórica ao longo da campanha que a missão, a tarefa de governar Salvador era incompatível com qualquer outro projeto que não fosse cumprir os quatro anos de mandato e se dedicar inteiramente a essa cidade”, afirmou.

O democrata disse que se sente “aliviado” por não ter que disputar outra eleição, já que havia participado de quatro eleições seguidas – duas para deputado federal (2006 e 2010) e duas para prefeito (2008 e 2012). “Vou deixar para os partidos fazerem política e para na hora certa o prefeito de Salvador se posicionar, seja em que caminho de apoio ele terá na política estadual e nacional”, declarou.

O chefe do Executivo municipal disse que a sua agenda é “quase toda mergulhada” na pauta administrativa, o que o afasta de debates sobre politica partidária ou eleitoral. Em entrevista à TV A Tarde, ACM Neto ressaltou o seu compromisso em governar para a população de Salvador. “Você pode ver o meu governo: é um governo que procura prestigiar o critério técnico, do mérito e da qualificação para desempenhar as funções”, observou.

Sobre o impasse envolvendo o Governo do Estado e a prefeitura na construção do metrô, ACM Neto mostrou otimismo na busca por um consenso. “O meu dever como prefeito é defender a cidade. Eu acho que Salvador precisa do metrô e é por isso que eu tenho feito todo o esforço possível para encontrar um entendimento com o Governo do Estado”, disse.

O Governo Estadual defende que as linhas de ônibus alimentadoras do metrô tenham uma tarifa já embutida no sistema metroviário, enquanto a prefeitura quer a implantação de tarifas separadas. “Tenho certeza que com o bom senso de lado a lado vamos chegar a esse caminho”, acrescentou. A obra, que se arrasta desde 1999, terá 12 quilômetros, seis deles já concluídos, e ligará a Estação da Lapa à de Pirajá, desembocando no Acesso Norte, na Rótula do Abacaxi.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email