ACM Neto avisa que não deve disputar o governo

Alguns aliados do prefeito de Salvador já foram avisados que a chance dele permanecer na prefeitura é maior do que a de sair para disputar o governo da Bahia; um dos entraves é a questão do MDB controlado pela família Vieira Lima; partido apoiaria a sua candidatura, mas não abre mão de lançar o irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima, o deputado federal Lúcio Vieira Lima, à reeleição, o que pode desgastar a candidatura de ACM Neto

ACM Neto
ACM Neto (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 – Apesar de o anúncio oficial estar previsto para ser feito nesta sexta-feira (6), o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), já visou a alguns aliados que a chance de permanecer na prefeitura é maior do que a de sair para disputar o governo da Bahia.

Ele também tem afirmado que vai permanecer analisando o cenário até o último instante e que a sua decisão vai depender das alianças que conseguir fechar com outros partidos, como o PP e o PR.

Um dos entraves é a questão do MDB controlado pela família Vieira Lima. O partido apoiaria a sua candidatura, mas não abre mão de lançar o deputado federal Lúcio Vieira Lima à reeleição.

O prefeito e seus aliados temem o desgaste político que isso pode trazer, já que Lúcio é irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima – que está preso - e também foi denunciado no caso dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento em Salvador, de acordo com reportagem do Estadão publicada no Política Livre (leia aqui).

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247