ACM Neto “está desesperado com o escândalo da obra da Barra", diz Florence

O deputado federal Afonso Florence (PT-BA) acusa o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), de estar desesperado com o escândalo da obra da Barra porque na delação da Odebrecht ele é acusado de receber 2 milhões de reais ilegalmente; reação do parlamentar é uma resposta sobre as declarações do prefeito afirmando que o governador Rui Costa utiliza a Secretaria de Segurança (SSP) para investigar as obras de requalificação da orla da Barra; "O que ele (ACM Neto) quer? Que uma delação tão forte não seja investigada? ou ele, que orientou a sua bancada a votar contra a investigação de Temer, agora só quer ser investigado pelo subordinados dele? Qual diferença entre as duas alternativas?  Nenhuma!, finalizou Florence  

O deputado federal Afonso Florence (PT-BA) acusa o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), de estar desesperado com o escândalo da obra da Barra porque na delação da Odebrecht ele é acusado de receber 2 milhões de reais ilegalmente; reação do parlamentar é uma resposta sobre as declarações do prefeito afirmando que o governador Rui Costa utiliza a Secretaria de Segurança (SSP) para investigar as obras de requalificação da orla da Barra; "O que ele (ACM Neto) quer? Que uma delação tão forte não seja investigada? ou ele, que orientou a sua bancada a votar contra a investigação de Temer, agora só quer ser investigado pelo subordinados dele? Qual diferença entre as duas alternativas?  Nenhuma!, finalizou Florence
 
O deputado federal Afonso Florence (PT-BA) acusa o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), de estar desesperado com o escândalo da obra da Barra porque na delação da Odebrecht ele é acusado de receber 2 milhões de reais ilegalmente; reação do parlamentar é uma resposta sobre as declarações do prefeito afirmando que o governador Rui Costa utiliza a Secretaria de Segurança (SSP) para investigar as obras de requalificação da orla da Barra; "O que ele (ACM Neto) quer? Que uma delação tão forte não seja investigada? ou ele, que orientou a sua bancada a votar contra a investigação de Temer, agora só quer ser investigado pelo subordinados dele? Qual diferença entre as duas alternativas?  Nenhuma!, finalizou Florence   (Foto: Voney Malta)

Bahia 247 - Sobre as declarações do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM-BA), acusando o governador Rui Costa de utilizar a Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP) para investigar as obras de requalificação da orla da Barra, o deputado federal Afonso Florence (PT-BA), disse que na delação da Odebrecht ACM é acusado de receber 2 milhões de reais ilegalmente. ACM Neto passa recibo, está  desesperado com o escândalo da obra da Barra", afirmou.

Segundo Afonso, este escândalo já havia explodido pela suspeita de superfaturamento. Foram pagos R$ 60 mi por 6km, portanto, R$ 10 mi por quilômetro. "De fato eu e o deputado Robinson Almeida protocolamos solicitações de investigação em diferentes Instituições. Mas, ao que sabemos, as investigações correm em segredo de justiça. O que ele (ACM Neto) quer? Que uma delação tão forte não seja investigada? ou ele, que orientou a sua bancada a votar contra a investigação de Temer, agora só quer ser investigado pelo subordinados dele? Qual diferença entre as duas alternativas?  Nenhuma!, finalizou Florence

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247