Acreúna vai receber indústria de atomatados de R$ 300 milhões

O governador Marconi Perillo e representantes da empresa Coteminas, do grupo Artex, assinaram um Termo de Protocolo de Intenções, para que o município de Acreúna, a 153 quilômetros de Goiânia, receba uma indústria de fabricação de extrato de tomates; de acordo com o governo, o investimento total previsto é de R$ 300 milhões, sendo que R$ 140 milhões foram empregados na aquisição das terras (5,3 mil hectares) para o cultivo dos produtos e os outros R$ 160 milhões devem ser aplicados na implantação da fábrica

O governador Marconi Perillo e representantes da empresa Coteminas, do grupo Artex, assinaram um Termo de Protocolo de Intenções, para que o município de Acreúna, a 153 quilômetros de Goiânia, receba uma indústria de fabricação de extrato de tomates; de acordo com o governo, o investimento total previsto é de R$ 300 milhões, sendo que R$ 140 milhões foram empregados na aquisição das terras (5,3 mil hectares) para o cultivo dos produtos e os outros R$ 160 milhões devem ser aplicados na implantação da fábrica
O governador Marconi Perillo e representantes da empresa Coteminas, do grupo Artex, assinaram um Termo de Protocolo de Intenções, para que o município de Acreúna, a 153 quilômetros de Goiânia, receba uma indústria de fabricação de extrato de tomates; de acordo com o governo, o investimento total previsto é de R$ 300 milhões, sendo que R$ 140 milhões foram empregados na aquisição das terras (5,3 mil hectares) para o cultivo dos produtos e os outros R$ 160 milhões devem ser aplicados na implantação da fábrica (Foto: Leonardo Lucena)

Goiás 247 - O governador Marconi Perillo e representantes da empresa Coteminas, do grupo Artex, assinaram um Termo de Protocolo de Intenções, para que o município de Acreúna, a 153 quilômetros de Goiânia, receba uma indústria de fabricação de extrato de tomates. Segundo o governo, o investimento total previsto é de R$ 300 milhões, sendo que R$ 140 milhões foram empregados na aquisição das terras (5,3 mil hectares) para o cultivo dos produtos e os outros R$ 160 milhões devem ser aplicados na implantação da fábrica. Com a abertura do novo negócio na cidade, estima-se a geração de 1,5 mil empregos diretos e 4,5 mil indiretos.

A instalação da indústria vai movimentar a economia local e também do município vizinho, Indiara. A empresa mineira Coteminas se fixou em Goiás há alguns anos por entender que o estado era um importante produtor de matéria-prima e escolheu Acreúna por ser um dos maiores polos de plantação de algodão. Posteriormente, com a aquisição de 5 mil hectares, optou por entrar nesse novo negócio que é a produção de pasta de tomate, milho doce, amendoim e outros.

A empresa será beneficiada com a política de incentivos fiscais do Governo de Goiás, por meio do Programa Produzir.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247