Acusados da chacina de Unaí começam a ser julgados

Dois dos mandantes da chacina de Unaí serão julgados nesta terça-feira (27) em Belo Horizonte; são eles o fazendeiro Norberto Mânica e o empresário João Alberto de Castro de Castro; o julgamento começou no último dia 22, mas por uma manobra da defesa, foi adiado para esta terça sob protestos de familiares das vítimas

Dois dos mandantes da chacina de Unaí serão julgados nesta terça-feira (27) em Belo Horizonte; são eles o fazendeiro Norberto Mânica e o empresário João Alberto de Castro de Castro; o julgamento começou no último dia 22, mas por uma manobra da defesa, foi adiado para esta terça sob protestos de familiares das vítimas
Dois dos mandantes da chacina de Unaí serão julgados nesta terça-feira (27) em Belo Horizonte; são eles o fazendeiro Norberto Mânica e o empresário João Alberto de Castro de Castro; o julgamento começou no último dia 22, mas por uma manobra da defesa, foi adiado para esta terça sob protestos de familiares das vítimas (Foto: Luis Mauro Queiroz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

 Minas 247 - Mais dois acusados da chacina de Unaí serão julgados nesta terça-feira (27). São eles o fazendeiro Norberto Mânica e o empresário João Alberto de Castro de Castro, considerados os mandantes do crime ocorrido em 2004 contra a fiscalização de fazendas na cidade do interior de Minas. 

Este julgamento começou no último dia 22, mas, por uma manobra da defesa, foi adiado para esta terça. Familiares das vítimas protestaram contra o julgamento. 

O ministro do Trabalho e Previdência Social Miguel Rosetto afirma que é necessária "a justiça" no caso. "Toda expectativa é que haja justiça e que todos os criminosos sejam condenados pra que isso sirva de exemplo. Esse foi um crime bárbaro contra o Estado brasileiro. A condenação é a garantia de um trabalho digno em um país que respeita a legislação. Temos que criar cada vez mais condições de trabalhos para os auditores".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247