Adail Carneiro quer reunião com as bancadas do PP

Duramente criticado por colegas de partido, o deputado federal Adail Carneiro quer reunir as bancadas do PP na próxima semana. Acusado de traição após votar a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), integrantes da sigla não o reconhecem como novo presidente estadual, cargo que passou a ocupar depois de posicionar-se a favor do impedimento na Câmara dos Deputados . Na tarde desta quinta-feira (28), o parlamentar Zé Ailton Brasil (PP) disse que deputados estaduais da legenda irão à justiça  

Duramente criticado por colegas de partido, o deputado federal Adail Carneiro quer reunir as bancadas do PP na próxima semana. Acusado de traição após votar a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), integrantes da sigla não o reconhecem como novo presidente estadual, cargo que passou a ocupar depois de posicionar-se a favor do impedimento na Câmara dos Deputados . Na tarde desta quinta-feira (28), o parlamentar Zé Ailton Brasil (PP) disse que deputados estaduais da legenda irão à justiça
 
Duramente criticado por colegas de partido, o deputado federal Adail Carneiro quer reunir as bancadas do PP na próxima semana. Acusado de traição após votar a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), integrantes da sigla não o reconhecem como novo presidente estadual, cargo que passou a ocupar depois de posicionar-se a favor do impedimento na Câmara dos Deputados . Na tarde desta quinta-feira (28), o parlamentar Zé Ailton Brasil (PP) disse que deputados estaduais da legenda irão à justiça   (Foto: Fatima 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

[Atualizada às 15h]

Ceará247 - O deputado Adail Carneiro quer reunir as bancadas do PP na próxima semana. Ele decidiu fazer isso após a reação de parlamentares pepitas e de aliados que não o reconhecem como novo presidente da legenda. O deputado recebeu o comando do PP após acordo com a direção nacional do partido sobre seu voto no processo de impeachment na Câmara Federal.

No Ceará, o PP era presidido há anos pelo deputado federal Pe. José Linhares, que sequer foi informado oficialmente pelos dirigentes nacionais da sua destituição. Adail ganhou notoriedade recentemente com a traição cometida contra a presidenta e o governador Camilo Santana, por ocasião da votação do processo de impeachment de Dilma Rousseff, no último dia 17.

Em sessão na Assembleia Legislativa ontem (27), Adail foi duramente criticado pelo colega de partido, deputado estadual Fernando Hugo, que classificou sua atitude na votação de "um ato de canalhice" e o acusou de trocar seu voto pelo comando da sigla. O presidente da AL, Zezinho Albuquerque, lamentou a mudança de cúpula e pediu "desculpas aos vereadores, prefeitos e deputados" que convenceu a se filiar ao PP. Ele disse também que vai usar todos os instrumentos legais para manter o comando do partido com o deputado federal Padre Zé Linhares, e com seu filho, o prefeito do município de Massapê, Antônio Albuquerque, que ocupava a vice-presidência.

Na tarde desta quinta-feira (28), em conversa com o jornal O Povo, o deputado Zé Ailton Brasil (PP), disse que a bancada do partido não recebeu até agora nenhuma comunicação oficial sobre a mudança, que não teria sido sequer discutida no partido. Ele informou que deputados estaduais do PP no Ceará irão à Justiça contra a decisão. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247