Advogado de Aécio desiste da Justiça e ele tenta emplacar procurador

O ex-ministro Carlos Velloso, advogado do senador Aécio Neves (PSDB-MG), político mais delatado na Lava Jato, desistiu de ser ministro da Justiça; ele, que também é advogado da Chevron, ligou para Michel Temer e comunicou sua desistência; agora, Aécio tenta emplacar na vaga o procurador mineiro José Bonifácio Borges de Andrada, que é o número 2 da PGR; no PMDB, Aécio vem sendo chamado de "traidor", por tentar ocupar a Justiça com um aliado

O ex-ministro Carlos Velloso, advogado do senador Aécio Neves (PSDB-MG), político mais delatado na Lava Jato, desistiu de ser ministro da Justiça; ele, que também é advogado da Chevron, ligou para Michel Temer e comunicou sua desistência; agora, Aécio tenta emplacar na vaga o procurador mineiro José Bonifácio Borges de Andrada, que é o número 2 da PGR; no PMDB, Aécio vem sendo chamado de "traidor", por tentar ocupar a Justiça com um aliado
O ex-ministro Carlos Velloso, advogado do senador Aécio Neves (PSDB-MG), político mais delatado na Lava Jato, desistiu de ser ministro da Justiça; ele, que também é advogado da Chevron, ligou para Michel Temer e comunicou sua desistência; agora, Aécio tenta emplacar na vaga o procurador mineiro José Bonifácio Borges de Andrada, que é o número 2 da PGR; no PMDB, Aécio vem sendo chamado de "traidor", por tentar ocupar a Justiça com um aliado (Foto: Gisele Federicce)

247 - O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Carlos Velloso, escolhido por Michel Temer para ocupar o ministério da Justiça no lugar de Alexandre de Moraes, não irá aceitar o cargo. Ele já teria ligado para Temer e comunicado sua desistência.

Se virasse ministro, Velloso teria de fechar o escritório de advocacia que tem com o filho, e todos os contratos com diversos clientes - entre eles a Chevron - teriam de ser cancelados.

A indicação do nome de Velloso foi feita pelo senador Aécio Neves (MG), para quem Velloso trabalha e diz não cobrar honorários, e provocou irritação na bancada do PMDB na Câmara, onde deputados começaram a chamar o tucano de "traidor". Os dois partidos disputam espaços no governo Temer.

Agora, Aécio tenta emplacar na vaga o procurador mineiro José Bonifácio Borges de Andrada, que é o número 2 da Procuradoria Geral da República. Andrada está como vice na PGR, onde substituiu Ela Wiecko, também por indicação do presidente do PSDB.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247